Em grande operação, Polícia Ambiental flagra pesca irregular em cidades da região de Botucatu

A Policia Militar Ambiental de Botucatu desenvolveu no último final de semana uma operação com o objetivo de flagrar a pesca ilegal e o comércio irregular de pescado. Na ação foram empregadas embarcações e viaturas quatro rodas, abrangendo os municípios de Botucatu, São Manuel e Anhembi. Foram fiscalizados os rios Tietê, Piracicaba e Araqua.

Como resultado das ações foram apreendidos: uma embarcação; 2.000 metros de redes de espera fora das especificações; duas tarrafas; 253 quilos de peixes capturados de forma irregular ou sem origem e lavratura de R$ 15.960,00 em multas, gerando responsabilização na esfera administrativa e penal para os infratores.

A Policia Militar Ambiental informou que fora do período da Piracema, o uso de tarrafas e redes de espera é permitida somente para pescadores profissionais. Existem algumas técnicas de captura de pescado, exemplo arrasto e batida, que é vedada para qualquer categoria.

Também alerta que a população deve ficar atenta quanto a origem do pescado adquirido, especialmente aquele já beneficiado, ou seja, filetados ou em postas. Uma vez que o beneficiamento só pode ser realizado em local adequado e com alvará da Vigilância Sanitária.

E por fim informa que a partir de 01 de novembro tem início o Período da Piracema, onde são impostas regras mais restritiva ao pescador amador e profissional. Denúncias e informações podem ser realizadas e obtidas pelo telefone (14)38826070.