Durante discussão, homem ameaça mulher com uma cobra Cascavel na Cohab 6

A Guarda Municipal registrou neste sábado um caso de violência doméstica na Cohab 6. Uma equipe do GPA (Grupo de proteção ambiental), com o Inspetor Carlos e o GCMs Lazarini, foi acionada para atender essa ocorrência que envolvia duas cobras.

Ao chegarem pelo local, os Guardas fizeram contato com a vítima e esta informou que há 4 anos é amasiada com o agressor. Relatou que começaram a discutir, momento em que o companheiro se apossou de uma cobra Cascavel que mantinha em cativeiro.

Com o animal em mãos, começou a ameaçá-la, mesmo a mulher estando com seu filho no colo. O agressor dizia a todo momento que iria jogar a Cascavel em cima dela. Ficou constatado depois que o elemento possuía mais uma serpente, chamada de Falsa Coral. Quando a equipe chegou no local, o agressor não se encontrava na residência.

O mesmo não possuía autorização de nenhum órgão ambiental para ter as serpentes em cativeiro. Diante dos fatos, a vítima, juntamente com as serpentes, foi conduzida até o plantão policial, onde a autoridade policial tomou ciência da ocorrência.

A vítima representou contra o amásio pelas ameaças sofridas e pediu a adoção das medidas protetivas de urgência, de acordo com a lei 11340/03. As cobras serão entregues ao CEMPAS da FMVZ/Unesp.