Doutoranda da Unesp sofre sequestro relâmpago no centro de Botucatu; homem é liberado

Foto: Acontece Botucatu

Uma estudante de doutorado de 30 anos passou momentos de tensão nesta sexta-feira, 17, em Botucatu. Ela estava em seu carro na Avenida Santana, sentido Lageado, quando um homem de 29 anos, empunhando uma faca, invadiu o carro dela e a fez dirigir até o distrito de Vitoriana, sempre fazendo ameaças de morte.

Ao chegar ao distrito, ele mandou ela parar o carro, entrar em um mercado com ele, onde teve que comprar 4 cervejas. Os dois ficaram sentados na praça, quando a vítima disse que estava com fome e pediu para ir comprar algo no mercado, o que foi permitido pelo homem.

A estudante então, pediu ajuda ao dono do estabelecimento, que deteve o suspeito e retirou a faca que ele portava. A Guarda Municipal de Botucatu foi chamada e conduziu o homem até a Delegacia da Mulher.

Ao ouvir as partes envolvidas, a delegada entendeu que não houve sequestro relâmpago nem crime sexual, já que a estudante ofereceu dinheiro ao homem para que ele a libertasse, mas o mesmo não aceitou, dizendo que não queria dinheiro dela. A vítima relatou também que não sofreu assédio sexual, apenas que o rapaz teria dado um abraço nela, dizendo que sabia que era errado o que ele estava fazendo.

Desta forma, foi registrado um boletim de ocorrência de Constrangimento Ilegal, artigo 146 do Código Penal Brasileiro, e o autor foi liberado. Há informações não oficiais de que o suspeito sofre com distúrbios mentais.