DISE de Botucatu faz incineração de 1,5 tonelada de maconha

Na tarde desta quarta-feira, dia 16, a Polícia Civil, através dos policiais da DISE (Delegacia de Investigação sobre Entorpecentes) de Botucatu, realizou a incineração de aproximadamente 1,5 tonelada de maconha. A droga foi apreendida pelos policiais da DISE na última semana.

A ação ocorreu quando um caminhão carregado com o entorpecente passava pela rodovia Marechal Rondon, na região de Botucatu. Essa foi a maior apreensão de droga da Polícia neste ano, segundo o Delegado Dr. Paulo Buchignani.

Relembre o caso 

Arquivo Acontece Botucatu

A DISE (Delegacia e Investigações Sobre Entorpecentes) de Botucatu apreendeu na noite desta terça-feira, 08, um caminhão com aproximadamente 1 tonelada e meia de maconha. O flagrante aconteceu na Rodovia Marechal Rondon, KM 282, sentido Bauru-Botucatu, nas proximidades do pedágio de Areiópolis.

Há a suspeita que a carga interceptada viria para Botucatu. O motorista do caminhão, que estava sozinho do veículo, foi preso em flagrante.

“Foi um trabalho ininterrupto de mais de 28 horas para conseguirmos esse flagrante, depois de um trabalho de investigação do nosso setor de inteligência. Pela grande quantidade, trabalhamos com a hipótese de a droga ser distribuída aqui na região e parte na capital paulista”, disse ao Acontece Botucatu o delegado da DISE, Dr. Paulo Buchgnani.

Ainda segundo o Delegado, especializado nesse tipo de crime, a operação policial causou um grande prejuízo ao crime organizado, podendo ultrapassar os R$ 2 milhões. Há suspeitas de que a droga tenha partido do estado do Mato Grosso do Sul, que faz fronteira com países que produzem a maconha.

A investigação prossegue agora, com o Delegado Mário Sérgio Rodrigues dos Santos trabalhando no inquérito policial para responsabilizar criminalmente todos os envolvidos com o crime. “Gostaria de parabenizar todos os envolvidos, toda a equipe da DISE. Os investigadores Valmir, Bassetto, Alexandre, João, Marcos, Emerson e Caio, do Escrivão Bruno, além é claro do próprio Delegado Dr. Mauro. Agradeço também o apoio do nosso Seccional, Dr. Antônio Soares da Costa Neto, do nosso Diretor, Dr. Severo e do Poder Judiciário e Ministério Público de Botucatu, cujos os apoios são muito importantes para que possamos levar a efeito investigações de grande porte como essa”, completou Buchignani.