Avô suspeito de estuprar neta de 1 ano em Pardinho tem prisão preventiva decretada


Um idoso de 62 anos foi preso preventivamente nesta quinta-feira (18), em Pardinho, suspeito de violentar a neta, de apenas um ano, em maio deste ano. A menina morreu com hemorragia interna em decorrência da violência.

De acordo com a Polícia Civil, na época, a criança deu entrada no pronto-socorro da cidade com uma hemorragia e não resistiu. Os médicos acharam estranho e registraram um boletim de ocorrência.

A menina morreu e o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal. Após a autópsia, foi constatado que a menina havia sido violentada sexualmente.

Um dos principais suspeitos durante a investigação da Polícia Civil era o avô da vítima. No entanto, apenas cinco meses após o crime o mandado de prisão preventiva foi expedido. O idoso, ainda na condição de suspeito, foi encaminhado para a cadeia de Itatinga.

Segundo a corporação, ele morava em uma casa junto com a criança e outros filhos da mesma mãe, que foram encaminhados para um abrigo na cidade. A medida foi tomada porque há suspeita que as crianças também tenham sido violentadas.

Portal G1