Botucatuense morre atropelado enquanto caminhava com a esposa em Agudos

Um motorista de 38 anos foi preso em flagrante depois de atropelar um casal na noite deste domingo (20) na Avenida Carvalho Pinto, em Agudos (SP). Com o impacto, o homem de 34 anos morreu e a mulher, de 28, foi socorrida em estado grave.

Segundo a Polícia Civil, Edilson de Almeida Marinho estava embriagado e participava de um racha com outro veículo não identificado no momento do acidente. Ele estava em alta velocidade, no sentido centro – rodovia, quando perdeu o controle do carro, subiu na calçada e atropelou o casal que caminhava pelo local, ainda conforme a polícia.

A polícia informou que as vítimas foram arremessadas por vários metros e o veículo foi parar no canteiro central da avenida. Elas foram socorridas pelo Samu e levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Agudos, mas Rodrigo da Silva Araújo não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a polícia, o motorista apresentava sinais de embriaguez e fez o teste do bafômetro, que confirmou o consumo de bebida alcoólica. O homem foi preso e encaminhado à cadeia de Avaí, onde ficou à disposição da Justiça.

 A ocorrência foi registrada como homicídio qualificado e tentativa de homicídio. Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu por motivo fútil (durante prática de racha) e com impossibilidade de defesa das vítimas.

A polícia informou ainda que a vítima de 28 anos foi transferida para um hospital particular de Bauru e que o outro veículo que participava do racha fugiu do local e não foi localizado. Rodrigo, que tem família em Botucatu, mas morava em Agudos há um tempo, será enterrado nesta segunda-feira, 21, às 17 horas no cemitério de Vitoriana, em Botucatu.

Com informações do G1