Botucatu cria Brigada Municipal de Incêndio

 

A partir desta quarta-feira, 16, Botucatu passou a contar com a sua própria Brigada de Incêndio. Funcionários da Secretaria Municipal do Verde e da Defesa Civil do Município foram capacitados pelo Corpo de Bombeiros de Botucatu e atuarão em ocorrências de incêndios, especialmente em locais abertos com vegetação.

Os brigadistas continuarão em suas funções como servidores municipais, porém, preparados para atuarem, a qualquer momento, no combate ao fogo. O trabalho desempenhado pela Brigada será sempre orientado pelos Bombeiros.

“A criação da Brigada é muito importante, pois nos ajudará na prevenção de grandes incêndios. Com a atuação dos brigadistas, vamos prevenir que focos de incêndio consumam grandes extensões e junto dos Bombeiros, conseguiremos alcançar locais em que os veículos não conseguem chegar, normalmente de difícil acesso e que exige a locomoção a pé”, afirma Márcio piedade, Secretário Municipal do Verde.

Serão disponibilizados aos brigadistas todos os Equipamentos de Proteção Individual, como luvas, caneleiras, gandola (um tipo de camisa com tecido mais resistente), máscara e óculos de proteção, além de outros materiais. A equipe da Brigada terá a sua disposição abafadores, “pinga-fogos”, bombas costais, enxadas, facões, foices e lanternas.

Tratores da Secretaria do Verde e um caminhão pipa, que pertence a Secretaria de Infraestrutura também atuarão, quando necessário, nas ações da Brigada Municipal de Incêndio, que já possui uma viatura equipada com um tanque com capacidade para mil litros de água.

“A presença de funcionários da Prefeitura aqui dentro do quartel, preparados para atuar, aumentará a nossa equipe e fará com que o Corpo de Bombeiros, além de atuar em incêndios em locais abertos, junto a Brigada, terá mais homens para continuar no atendimento de outras tarefas, como resgates e incêndios urbanos”, cita o Capitão dos Bombeiros em Botucatu, Edson Winckler.

Segundo os Bombeiros, os incêndios mais comuns no Município, especialmente neste período entre junho e outubro, envolvem terrenos baldios e áreas de pastagem.