Bombeiros combatem por 10 horas incêndio na região do Araquá em Botucatu

Botucatu tem médias de 10 focos de incêndio por dia

Bombeiros divulgação

O Corpo de Bombeiros de Botucatu foi chamado nesta quinta-feira, dia 26, para combater um incêndio de grandes proporções em vegetação na região do Araquá. Os trabalhos começaram às 11h00 e só terminaram por volta das 21h00.

O Corpo de Bombeiros permaneceu no local com duas viaturas e seis Bombeiros por todo o dia, junto com caminhões da usina de São Manoel combatendo o incêndio. O fogo colocou em risco vários imóveis no local.

Caminhões da Usina continuam o combate, mas no momento o incêndio não está mais oferecendo riscos às propriedades. O incêndio agora está em uma parte de canavial e uma mata de difícil acesso.

Área atingida tem aproximadamente 83 alqueires. Os prejuízos, mais uma vez. São incalculáveis, especialmente para a natureza.

Na quarta-feira, 25, os Bombeiros de Botucatu e Itatinga, Defesa Civil e Brigadas de incêndio de empresas combateram um enorme foco de incêndio na Rodovia Eduardo Zuccari, vicinal que liga Botucatu a Itatinga.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o fogo atingiu uma área total de 450 hectares. Isso equivale a aproximadamente 450 campos de futebol. As chamas atingiram plantações de eucaliptos e cana-de-açúcar, além de área de mata.

É crime

O crime de incêndio ambiental está previsto no art. 41 da Lei Federal 9.605/98

Art. 41. Provocar incêndio em mata ou floresta:

Pena – reclusão, de dois a quatro anos, e multa.

Parágrafo único. Se o crime é culposo, a pena é de detenção de 6 (seis) meses a 1 (um) ano, e multa.

Também há previsão no artigo 250 do Código Penal

Quem for flagrado incendiando terrenos ou áreas verdes do Município será penalizado através de multas aplicadas e cadeia pela Policia Ambiental. Denúncias podem ser feitas através do telefone 190 (PM) e 199 (GCM). O telefone do Corpo de Bombeiros para o atendimento de ocorrências é o 193.