Ambulância quebra em rodovia e Policiais de Botucatu levam adolescente para cirurgia de emergência em Bauru

Uma história e tanto. O desespero de uma mãe, a providência e solidariedade de policiais no fim de uma jornada de trabalho na madrugada e um adolescente que corria contra o tempo. Estes foram os elementos de um fato comovente.

Tudo ocorreu na madrugada da última quarta-feira, dia 03, por volta das 05h20min. Os Policiais Militares Sargento Rosivaldo, Soldado Castanho e Soldado Correa de Moraes retornavam de São Paulo, após escolta policial e encerrariam a jornada de trabalho de 12 horas às 06h00, em Botucatu.

Na Rodovia João Hipólito Martins (Castelinho), faltando apenas 10 quilômetros para o fim da missão, às 05h20min, a equipe se deparou com uma ambulância parada no acostamento, ocupada por um paciente (um adolescente de 15 anos), a mãe dele e o motorista. A mulher, em ato de desespero, mesmo no escuro, solicitava apoio aos motoristas que por ali passavam e foi atendida pela equipe da Polícia Militar.

Ela relatou, aos prantos, que partiram de Mogi das Cruzes, sendo Bauru o destino, para que o adolescente fosse submetido a uma cirurgia emergencial, em decorrência de uma disfunção respiratória e que deveria chegar às 06h40min no destino. Caso eles não chegassem, haveria o cancelamento do procedimento cirúrgico, o que colocaria em risco a vida do adolescente.

A ambulância ficou inoperante desde às 03h20min e até o atendimento pela PM, permaneceu na pista tentando apoio dos motoristas que ali passavam, mas que somente a viatura policial a atendeu.

Imediatamente os Policiais Militares embarcaram a família na viatura policial e a conduziram ao local de destino. Ao questionarem a senhora sobre as condições financeiras, esta confessou que possuía apenas um cartão de crédito para pequenas despesas pessoais e que não dispunha de recursos para permanecer no Município de Bauru.

Os três policiais ofereceram como doação a quantia que dispunham em espécie no momento, que embora não sendo muita, foi de grande ajuda. Após este auxílio, durante os últimos dias, a mãe do adolescente, a senhora Anaí, manteve contato com o Sargento Rosivaldo, informando a situação clínica do filho.

Nesta sexta-feira, a equipe do Sargento Rosivaldo durante uma visita ao jovem Patrick, receberam a notícia de sua alta hospitalar, porém, não possuíam condições de retorno ao lar. Assim, mãe e filho foram trazidos para Botucatu, onde embarcaram na ambulância com destino ao município de Mogi das Cruzes.

“Esses Policiais Militares apenas cumpriram o dever de servir e foram presenteados com valor inestimável da gratidão”, disse nota da PM.