Bolsonaro inclui academias, barbearias e salões de beleza em lista de atividades essenciais

 

Foto CNN Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira (11) em Brasília que incluiu academias, barbearias e salões de beleza na lista de atividades essenciais — ou seja, aquelas que podem funcionar durante a pandemia do novo coronavírus. Até o começo da noite, a medida ainda não havia sido publicada no Diário Oficial da União.

“Eu coloquei hoje, porque saúde é vida. Academias, salão de beleza, cabelereiro também. Porque isso aí é higiene, é vida”, disse. “Essas três categorias juntas, dá mais de 1 milhão de empregos.”

Segundo Bolsonaro, o governo vai aguardar “o que acontece nessas de hoje” para decidir sobre uma eventual ampliação da lista de atividades essenciais.

Sem citar nomes, Bolsonaro também reiterou críticas a governadores que têm imposto restrições à reabertura da economia como forma de conter a pandemia.

“Eu estou vendo muitos prefeitos reclamando que querem botar suas cidades para trabalhar, e o respectivo governador não deixa. Tem cidade que não tem um caso do vírus, e está quase completamente fechada”, afirmou.

Bolsonaro lembrou que o STF (Supremo Tribunal Federal) deu a estados e municípios o poder de decidir que atividades podem ou não funcionar.

O presidente voltou a defender que o combate à Covid-19 e a recuperação da atividade econômica devem ser tratadas de forma paralela, com o objetivo de conter uma escalada de desemprego.

“Cada percentual que se aumento no número de desempregados no Brasil, a violência cresce também”, disse.

Fonte: CNN Brasil