Bolsonaro diz que ataque dos EUA vai impactar no preço do combustível no Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que tentou falar com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, sobre uma possível alta de combustíveis no país devido ao ataque dos Estados Unidos que matou o general Qassim Suleimani, comandante da força de elite iraniana Quds, mas não conseguiu.

Na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro admitiu que a ação dos EUA vai impactar o preço do petróleo no mercado internacional, o que pode repercutir no Brasil. “Que vai afetar, vai”, disse ele a jornalistas.

O presidente disse ainda que não pode intervir no preço do combustível e destacou que, quando foi feito no passado uma política de tabelamento de preços, não deu certo.

No mercado internacional, os contratos futuros do petróleo já começaram a subir cerca de 3 dólares nesta sexta-feira (03), depois da ação dos americanos. Há forte preocupação sobre a interrupção do fornecimento de petróleo.

Fonte: Exame