Embraer estuda a criação de um novo jato para atender os Estados Unidos

A Embraer estuda criar um novo jato comercial de 50 lugares para atender demanda de mercado na aviação regional, especialmente nos Estados Unidos.

A informação foi confirmada por Victor Vieira, diretor de estratégia de mercado da Embraer, durante a Cúpula de Previsão de Aviação Internacional do Boyd Group, realizada na última terça-feira.

“Há uma oportunidade no setor. Atualmente, faz sentido ter um novo 50 avião de lugares”, disse ele, segundo o portal de notícias FlightGlobal, na conferência das companhias aéreas.

Na ocasião, as empresas debateram a demanda por novos jatos comerciais de 50 assentos e a dinâmica do mercado, que ainda deixa as fabricantes na incerteza de se comprometerem.

Ainda segundo o portal, o executivo-chefe da norte-americana SkyWest, Chip Childs, disse que quer um novo modelo de 50 lugares para substituir os antigos Bombardier CRJ200 e Embraer ERJ.

O executivo afirmou que as principais companhias aéreas clientes da SkyWest, como American Airlines, Delta Air Lines e United Airlines, todas americanas, pretendem manter a frota de 50 passageiros em operação no futuro previsível.

 

Fonte: SP Rio +