Vigilância Ambiental em Saúde aborda posse responsável com crianças da Rede Municipal

 

Agentes de combate as endemias da Vigilância Ambiental em Saúde iniciaram nesta primeira semana de agosto um trabalho educativo com crianças dos quartos anos da Rede Municipal de Ensino de Botucatu. A ação aborda a importância da guarda responsável de cães e gatos.

O projeto tem como objetivo principal conscientizar as crianças sobre os cuidados básicos que animais domésticos exigem, como alimentação, acompanhamento médico veterinário, vacinação, castração, dentre outros. O projeto aborda ainda a importância dessas necessidades para a saúde pública e orienta as crianças contra as práticas que configuram maus tratos.

“As crianças têm um poder de difusão muito importante. Além de formarmos futuros cidadãos mais conscientes, conseguimos através delas chegar aos pais e amigos de bairro ou de outras séries, já que elas vão comentar o que aprenderam em sala com essas pessoas”, afirma Antenor José Guaré, agente de combate as endemias e responsável pela Equipe de Educação da VAS.

O método aplicado pelos agentes da VAS para o aprendizado dos alunos é um jogo de boliche com perguntas e respostas, explicando de forma lúdica a responsabilidade e deveres relacionados à guarda responsável dos animais. A conscientização da posse responsável é um passo importante para a diminuição dos casos de abandono animal em locais ermos ou públicos. A atividade educativa se estenderá até o final de agosto.