Semana de Aleitamento Materno busca conscientizar mães de Botucatu

De 1 a 7 de agosto é celebrada a Semana Mundial de Aleitamento Materno, campanha global para aumentar a conscientização e estimular ações relacionadas ao aleitamento materno.

Neste ano de 2021 o tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno é “Proteger a Amamentação: Uma Responsabilidade de Todos”.

“Durante esta Semana Mundial de Aleitamento Materno, devemos lembrar de que proteger o aleitamento materno é uma responsabilidade compartilhada. Para todos nós, é hora de informar, enfocar, engajar-se e articular ações para proteger e apoiar o aleitamento materno. Isso ajudará a garantir a sobrevivência, a saúde e o bem-estar das crianças e de suas famílias”, afirmou Cristina Heinzle, Enfermeira Chefe de Seção de Unidade de Saúde.

A amamentação reduz a mortalidade infantil e traz diversos benefícios para a mãe e para o bebê, diminuindo a chance da criança ter alergias, infecções, diarreia, doenças respiratórias, otites, obesidade, diabetes tipo 2 entre outras doenças.

Para a mãe traz muitos benefícios, entre eles, reduz a chance da mulher desenvolver câncer de mama e de ovário.

A orientação é que o leite materno seja o alimento exclusivo nos primeiros seis meses, por ser completo para o bebê e oferecer os nutrientes para que ele se desenvolva saudável. A partir dessa idade, e até os dois anos ou mais, a recomendação é que a amamentação seja mantida junto com o consumo de alimentos.

Para o auxílio das mamães botucatuense, a Secretaria Municipal de Saúde oferece a Clínica do Bebê. Instalada dentro do Espaço Saúde – “Professora Cecília Magaldi”, a Clínica do bebê conta com recepção, três consultórios, cantinho de amamentação, sala de procedimentos, sala de estar e trocador. O objetivo é auxiliar na diminuição da mortalidade infantil na Cidade, estimular o aleitamento materno exclusivo, e rastrear o acompanhamento do recém-nascido de risco.

Todos os bebês passam pelos testes do “Coraçãozinho”, “Orelhinha”, “Pezinho” e “Olhinho”, além de receberem a vacina BCG. As mães são orientadas e têm dúvidas sobre aleitamento materno sanadas.

Todas as crianças que são atendidas pela equipe da Clínica do Bebê também são encaminhadas para uma assistente social e em caso de não terem condições financeiras receberão além dos cuidados, um enxoval básico para criança.