Saúde recebe nova ambulância para transporte de pacientes

A Prefeitura de Botucatu recebeu nesta sexta-feira, 21, uma nova ambulância de teto alto que será utilizada no transporte de pacientes em tratamento médico em outras cidades. O veículo faz parte da nova frota da Saúde, que até o primeiro semestre de 2019 possuirá 18 novos veículos, entre ambulâncias, vans, peruas, carros de apoio e viaturas do SAMU.

Até agora, cinco novos veículos já foram adquiridos: uma ambulância para o SAMU, três veículos de apoio para as unidades de saúde dos distritos de Vitoriana, César Neto e Rubião Júnior, e uma ambulância de teto alto.

A aquisição da nova ambulância atende um requerimento feito pela vereadora Jamila Cury Dorini.

“Fico muito feliz em que ver o comprometimento do Prefeito Mário Pardini em atender a um requerimento meu. Nossa população precisa muito de melhorias e esta ambulância será excelente aos pacientes do nosso Município”, afirmou Dona Jamila.

“Nós assumimos um compromisso no início do Governo de renovar a frota de veículos da Saúde. Além destes cinco carros, já em processo de licitação, vamos adquirir outros 13 veículos que melhorarão o atendimento a nossa população”, destacou o Prefeito Mário Pardini.

A nova ambulância é equipada com maca e oxigênio, e será utilizada, principalmente, no transporte de pacientes que viajam para fazer tratamento em cidades como São Paulo, Campinas, Jaú e Barretos.

“Com a aquisição deste veículo, a ambulância que antes fazia estes trajetos passa a atender a Central de Ambulâncias com os pedidos de transporte dentro da Cidade. Assim, teremos mais um veículo à disposição da população”, explicou André Spadaro, Secretário de Saúde.

Entre os novos veículos que serão comprados está uma ambulância para o SAMU, que deve ser entregue no próximo mês de outubro, quatro carros de passeio, duas vans, uma perua e cinco ambulâncias. O investimento total para a aquisição da nova frota é de R$  1.663.970,00. A compra dos veículos está em processo de licitação e a expectativa é que todos sejam entregues até o primeiro semestre de 2019.