Rodovias do Tietê é multada por buracos na Marechal Rondon

 

Arquivo Acontece Botucatu

Agentes e técnicos da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) multaram a concessionária Rodovias do Tietê durante a “Blitz Olho Vivo,” realizada na última quarta-feira (8), por não realizar reparos na rodovia Marechal Rondon (SP-300), entre Tietê e Botucatu, passando pelas cidades de Jumirim, Laranjal Paulista, Pereiras, Conchas, Bofete e Anhembi.

A agência constatou que a concessionária executou apenas 95 reparos, de um total de 144 apontados em vistorias anteriores, dentro do prazo firmado contratualmente. Como não fez todos os consertos necessários no asfalto, a Rodovias terá que pagar multa de R$ 1,675 milhão.

Além disso, outros nove problemas foram encontrados na nova fiscalização. Caso não sejam corrigidos no prazo determinado, uma nova multa de R$ 192,5 mil pode ser aplicada. Os problemas constatados nesta e nas outras blitz foram buracos no asfalto, depressões e trincas, cercas das áreas lindeiras danificadas, lixo ou detritos na pista e na faixa de domínio.

Desde o início da concessão, a Artesp aplicou à Rodovias do Tietê multas que somam R$ 5,2 milhões. Os fiscais e técnicos da agência percorrem mensalmente todos os 7,9 mil quilômetros da malha rodoviária sob concessão no Estado de São Paulo verificando as condições do pavimento e outros quesitos, exigindo que sejam feitos reparos. Sempre que os prazos e exigências contratuais não são cumpridos, há a aplicação de multas.

Fonte: Cruzeiro do Sul