Rede de Proteção à Vida organizou atividades de prevenção e combate ao suicídio

Geral
Rede de Proteção à Vida organizou atividades de prevenção e combate ao suicídio 02 outubro 2017

 

A Rede de Proteção à Vida foi criada em março de 2016, por iniciativa da fabricante de ônibus Caio Induscar, a partir do conhecimento adquirido com o programa chamado PHE Bem-Estar, implantado na empresa há 14 anos, que tem por objetivo oferecer tratamento e apoio a colaboradores com doenças psiquiátricas como fobia, depressão, síndrome do pânico.

A rede de proteção à vida é um grupo multidisciplinar, de profissionais ligados à saúde mental, espiritual e física, educação, esporte, mídia, força policial, bombeiros e outros, cujo objetivo é a valorização da vida e prevenção do suicídio, por meio de encaminhamento e tratamento psicológico, terapias em grupo e apoio espiritual.

Silvânia Giandoni, chefe do Serviço Social do Grupo Caio Induscar, é a idealizadora da Rede, explica:“Temos muito o que comemorar além das importantes parcerias: CVV, Unesp, Unimed, Saúde Pública do Município e Estado, Apoio de diversas religiões,  mídia em geral, Guarda Municipal, SAMU, Bombeiros, PM a cada dia mais parceiros; neste ano foi criado atividades em grupo como Roda de Escuta, Dança Circular, Reiki com potencial de 170 atendimentos e 70 atendimentos individual realizado por profissionais extremamente qualificados; temos mais duas atividades que serão implantadas ainda esse ano Coisas de Mulher e Dança de Salão”.

Pelo segundo ano consecutivo, foi realizado o Setembro Amarelo, mês dedicado a ações e eventos gratuitos voltados à valorização da vida e ao combate do suicídio, com o apoio de profissionais, voluntários, imprensa em geral, Prefeitura Municipal de Botucatu e empresas patrocinadoras.

O objetivo foi fazer com que as pessoas reflitam sobre o assunto, promovendo conhecimento, a fim de que possam auxiliar pessoas que apresentem sinais do desejo de cometer suicídio.

As atividades do Setembro Amarelo, assim como no ano anterior, se dividiram nos âmbitos cultural, religioso, instrução a profissionais da área da saúde, além de eventos esportivos. Apresentações de dança, música, coral, orquestra, yoga, atividades esportivas e outras, aconteceram durante todo o mês no Shopping Botucatu e Boulevard, marcando as atividades de âmbito cultural, que contaram mais uma vez com exposição fotográfica “O que me faz feliz”, da fotógrafa Malu Ornelas.

Um culto ecumênico, realizado no dia 02 de setembro na Praça do Bosque, centro de Botucatu, marcou o início das atividades religiosas. Nos dias 09 e 10 de setembro, igrejas, salões e templos, realizaram missas, cultos e orações em apoio ao mês de valorização à vida.

A instrução profissional acontece continuamente, com cursos de preparação de voluntários pelo CVV, além de cursos voltados à profissionais da saúde pública e privada, realizados pelo Prof. Dr. José Manoel Bertolote, médico reconhecido mundialmente como especialista em prevenção do suicídio. No dia 30 de setembro, foi realizado no Cine Teatro Neli, circuito de palestras, discussões e vivências, na I Mostra e exposição da Rede de Proteção à vida, fechando com chave de ouro as ações do Setembro Amarelo.

Todas as atividades podem ser conferidas pela Fan Page da Rede de Proteção à Vida, no Facebook. Uma nova ferramenta disponibilizada pela Rede, é o site www.precisodeajuda.org, um canal direto de apoio para quem precisa ou conhece alguém que precisa de ajuda. No site, é preenchido um cadastro e a partir dele, a pessoa é encaminhada para tratamento.

 

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento