QUE PENA! 

 

Que pena! Lamentavelmente inicio este meu “conto” com esta frase de lamento que deveria ser usada por “nóis”, filhos DELE, em ocasiões severamente tristes em que o pesar toma conta dos nossos corações, por exemplo, em situações onde Deus opta por levar alguém do nosso convívio pra perto DELE. Felizmente, não é o caso em questão, afinal, não perdemos (pelo menos neste período em que colhi todos os “ingredientes” para esboçar este texto) nenhuma das nossas referências de vida.

Caro leitor, o nosso Brasil está todinho de “ponta cabeça”. Ninguém entende ninguém – aliás, na minha “estada” em Brasília, na semana passada, senti um clima muitíssimo pesado, totalmente desfavorável para as coisas do bem; a meu ver, o quê mais se prioriza lá na linda Capital dos “Três Poderes”, especialmente onde os “homes” se “congraçam”, é um trágico confronto pessoal e, não aquele diálogo que defende a difusão de boas idéias, opiniões capazes de contornar os problemas ocasionados por essa crise, sem dimensões, que aterroriza todos os brasileiros.

“Bão”, enquanto na esfera maior deste país norteado por picaretas da pior espécie – mas que, queiram ou não, são nossos legítimos representantes, até porque foram escolhidos, por nós, através do voto – aquela luz da esperança continua “apagada”; no entanto, no nosso dia a dia, deparamo-nos com as mais varias formas de um bem viver geral, propiciado pela sociedade brasileira. Posso afirmar isso, com absoluta certeza, porque somente nos últimos quinze dias, defrontei-me com diversos exemplos desse tipo de vida que deveria ser modelo em todos os cantos deste Brasil que, além de imoral, é totalmente injusto socialmente com a sua gente. Vamos lá.

Na manhã da quarta-feira (26/07), feriado municipal aqui na nossa hospitaleira Botucatu, figuras comprometidas com o bem comum (João Cury Neto, ex-prefeito da cidade; Doutor André Luiz Balbi, Superintendente do Hospital das Clínicas; Professor Roberto Sogayar, responsável direto pelo projeto esboçado pelo saudoso Doutor Francisco Marins; Doutor Antonio Rugolo Junior, Diretor Presidente da FAMESP) estiveram reunidos por algumas horas, com um único objetivo: tentar levar adiante o projeto esboçado pelo saudoso Doutor Francisco Marins que imaginava oferecer à população aqui da terrinha, bem como, de municípios adjacentes, a instalação de uma unidade hospitalar de prevenção do câncer. Infelizmente esse grande anseio se encontra todo paralisado e agora, com a parceria do nosso HC talvez ele se torne uma prazerosa realidade.

No dia seguinte um grandioso encontro (que também visava o bem estar da nossa sociedade) aconteceu na sala de reuniões da Superintendência do HC. Lá estiveram presentes os Professores André Balbi, “dono” daquela casa; Pasqual Barretti, Diretor da Faculdade de Medicina; Antonio Rugolo Junior, Diretor Presidente da FAMESP e o Deputado Federal Milton Casquel Monti. O alvo dessa reunião era tão somente a sobrevivência do nosso sofrido Hospital das Clínicas da UNESP, uma instituição Hospitalar que atende pacientes de mais de uma centena de municípios da nossa vasta região.

Evidentemente que muitos botucatuenses que se orgulham daquela renomada “Casa de Saúde” – senão a nossa maior riqueza, uma das maiores maravilhas existentes aqui nesta terrinha de Bons Ares – não sabem, por exemplo, que os recursos vindos do Governo Federal para a manutenção de tudo o que se realiza por lá (via Sistema Único de Saúde – SUS) está congelado há quase uma década e, o pior, nesse espaço de tempo, por várias razões, a sua demanda simplesmente triplicou.

Depois de algumas horas de uma excelente “prosa” entre os dirigentes dessas três valiosas instituições (Superintendência do HC, Diretoria da FMB e toda a direção da FAMESP) que, é bom que se diga, se uniram em prol do bem do nosso hospital, com o nosso representante na Câmara Federal, Milton Casquel Monti, promessas de dias melhores começaram a perambular por todos os cantos do Campus Universitário de Rubião Junior. Era só ter um pouquinho de paciência.

Tanto isso é verdade que na tarde do último dia 2 de agosto, uma importante reunião, claro que agendada pelo nosso ilustre “padrinho” Miltinho Monti, ocorreu lá na “Capital da Esperança”, mais propriamente, no gabinete do Senhor Ministro de Estado da Saúde, Doutor Ricardo Barros. Que “baita” encontro! Tive a grata satisfação de fazer companhia do “pra” lá de comprometido Superintendente Doutor André Balbi e do digno Diretor da FMB, Professor Pasqual Barretti, nesta importante e necessária empreitada.

Ao final do encontro tivemos o compromisso do máximo mandatário do Ministério da Saúde de, se depender dele, o HC de Botucatu, terá um pouco mais de recursos do Governo Federal para a sua manutenção muito rapidamente. Enfim, como disse no inicio deste texto, volto a afirmar: Que pena! O nosso querido e rico Brasil está agonizando! Infelizmente, estamos no “fundo do poço”! Ainda bem que a nossa gente esbanja solidariedade e comprometimento.

De modo bastante festivo encerro esta minha narrativa semanal abraçando carinhosamente, todos os integrantes do 5º Batalhão do Policiamento Rodoviário, com sede em Sorocaba, em especial a Major Kátia Regina Firmino Christófalo, o Capitão Glauco César Costa de Oliveira e o Tenente Renê Ribeiro da Silva. Ao “apagar das luzes” do mês de julho, tive a honra de ser homenageado naquele Batalhão durante uma festa que homenageou outras figuras da sociedade local.

Com muita alegria transcrevo os dizeres contidos no lindo quadro que recebi naquela solenidade: O Comandante do 5º BPRv tem a honra de homenagear o Senhor Rubens de Almeida, o Alemão da UNESP de Botucatu, pela qualidade e relevância do atendimento de saúde prestado ao Policial Militar Rodoviário vitimado em acidente de trânsito, tornando-se merecedor neste momento de nossa deferência e reconhecimento. Tenente Coronel Dalton Augusto Infanti, Comandante.

Também, de maneira bastante afetuosa abraço o meu irmão, Policial Rodoviário Cristiano Vicentin que, com as graças de Deus, está se recuperando maravilhosamente bem do trágico acidente que sofreu.

Rubens de Almeida – Alemão/ [email protected]