Projeto de monitoramento devolve onça-parda à natureza na região de Botucatu

Uma onda-parda fêmea jovem foi devolvida à natureza no início desta semana na região de Botucatu equipada com um colar GPS via satélite e será monitorada pelo projeto “Pardas do Tietê” nos próximos meses, juntamente com outra onça capturada no início de julho.

No último dia 22 de agosto, o animal foi capturado no município de Tatuí pelo Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens da Unesp de Botucatu (Cempas), próxima a uma metalúrgica. A equipe botucatuense levou a onça para a base de recuperação animal e alertou a equipe do projeto “Pardas do Tietê”, realizado em parceria entre AES Tietê, Instituto Pró-Carnívoros (IPC) e o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (Cenap), do ICMBio.

O projeto “Pardas do Tietê” busca a conservação da biodiversidade por meio da preservação da espécie, monitorando e estudando seus hábitos e habitats, descobrindo quais são as ameaças à sua população, quais locais utilizam para refúgio, e como áreas de preservação das usinas podem servir à espécie na paisagem modificada do interior paulista. Após o monitoramento de três onças por 13 meses nas proximidades de Promissão, com bons resultados, o projeto iniciou uma nova etapa no início deste ano abrangendo as regiões da Bacia do rio Tietê.

Fonte: Jcnet