Portugal deve comprar cinco aeronaves KC-390 da Embraer

 

Arquivo Acontece Botucatu

O governo português negocia a compra de cinco aeronaves KC-390 da Embraer, de acordo com nota publicada nesta quinta-feira, dia 27, no Diário da República. A decisão terá sido tomada em Conselho de Ministros.

Os novos aviões serão para instalação e operação em território português, embora também possam ser utilizados para combater incêndios florestais. Portugal quer substituir seis mocelos C-130 Hércules da Força Aérea e prevê futuras aquisições do KC-390 da Embraer.

Segundo publica hoje o jornal português ECO, especializado em economia do país, Portugal estará envolvido no projeto de desenvolvimento e produção do KC-390, processo reforçado pela Declaração conjunta de compromissos assinada a 6 de maio de 2011 pelo ministro da Defesa Nacional e pela Embraer.

O KC-390

Arquivo Acontece Botucatu

O KC-390 é o maior avião cargueiro fabricado no Brasil, um projeto da Embraer feito em conjunto com a Força Aérea Brasileira para desenvolver e produzir um avião de transporte militar com menor custo operacional, além de ter a flexibilidade para executar as mais variadas missões.

O avião cargueiro é capaz de transportar até 26 toneladas a uma velocidade de 470 nós, ou seja, 870 km/h). O modelo possui capacidade de operar em pistas com condições severas, inclusive pistas não pavimentadas ou com solo acidentado.

Sua fuselagem pode acomodar cargas de alto peso e grandes dimensões através de sua rampa. O modelo mede 35 m x 35 m. O KC-390 concorrerá com o da norte americana  Lockheed Martin, que há décadas fornece unidades para a Força Aérea Brasileira.