Polícia Rodoviária apreende mais de 15 quilos de maconha na Castelo Branco

O TOR da Polícia Militar Rodoviária registrou na tarde desta quinta-feira, dia 14, um flagrante de tráfico de drogas em Pardinho.  A operação dos policiais rodoviários apreendeu na Rodovia Castelo Branco mais de 15 quilos de maconha, provavelmente conhecida como Skank.

A droga era transportada para São Paulo em ônibus de linha por uma passageira de 20 anos, moradora da cidade de São Paulo. O coletivo saiu de Cuiabá, passou por Campo Grande, 0nde a indiciada embarcou.

A droga ela pegou em Ponta Porã. Ela não quis informar qualquer outro detalhe sobre a operação criminosa que fazia parte, negando a dar o nome de outros envolvidos.

Durante entrevistas e revista nas bagagens dos passageiros, a Equipe do TOR desconfiou da aparente tranquilidade da passageira que ocupava a poltrona nº 25 tentava demostrar, sendo que ao ser questionada, disse que havia ido até a cidade de Campo Grande-MS, visitar um irmão. Ainda ao ser questionada se tinha outras bagagens no bagageiro, disse que não.

Contudo, após a Equipe TOR verificar, ficou constatado que a passageira possuía uma bagagem no bagageiro externo, que ao ser revistada, os policiais localizaram, envoltos a um cobertor e peças de roupas, 24 pacotes de Skank (também conhecida como supermaconha e skunk). A mulher confessou então que foi contratada para buscar a droga em Ponta Porã e levaria até São Paulo.

O Delegado Paulo Buchignani da DISE de Botucatu, responsável pela elaboração do auto de prisão em flagrante, explicou que a droga conhecida por Skunk é uma maconha com o teor de THC maior que o normal.

“Essa maconha pega pela Polícia Rodoviária é como se fosse uma mutação genética da semente da cannabis sativa, de tal forma que passe a possuir um THC mais forte, mais concentrado. Porém, para efeitos legais, não deixa de ser maconha”, disse o delegado ao Acontece Botucatu.

Agora será necessária uma análise para saber se realmente existe a potencialidade do THC. A jovem foi presa em flagrante e encaminhada à Cadeia Pública de Porangaba. Os Policiais Rodoviários que apreenderam a droga foram Sargento Duarte, Cabo Cristiano e Cabo Pereira.