Polícia Feminina promove roda de conversa no Fórum das Artes

O Fórum das Artes sediou última terça-feira, 15, uma roda de conversa com mulheres da Corporação da Polícia Militar de Botucatu e região. Participaram também representantes do Corpo de Bombeiro e do Policiamento Rodoviário. O evento fez parte das comemorações ao aniversário de 63 anos da polícia feminina no Brasil.

Durante o encontro foram debatidos vários temas, entre eles as histórias das mulheres que fazem parte da exposição “Elas Resistem”, da fotógrafa Malu Ornelas, que está em cartaz no Fórum das Artes até o mês de julho.

“Utilizamos as histórias das mulheres das fotos, debatendo as diferentes crenças e convicções para um melhor entendimento do ser humano e assim agregar cada vez mais qualidade na prestação de serviço da Polícia Militar”, afirma a Comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior, Kátia Regina Firmino Christófalo, primeira mulher a ser comandante de uma das unidades policiais e responsável por 13 municípios.

 História – Em 12 de maio de 1955, o Estado de São Paulo criou o primeiro corpo policial feminino da América do Sul quando, o então Governador do Estado, Jânio Quadros, determinou por meio de um decreto para que fosse criado o Corpo de Policiamento Feminino da Guarda Civil de São Paulo. As mulheres policiais passaram então a atuar em postos de serviço, depois no policiamento de trânsito, nos Batalhões de próprios e, por fim, participando do policiamento, lado a lado com os homens.