Parque Tecnológico Botucatu terá escritório do Brazilian Aerospace Cluster

Botucatu, que já é um dos mais importantes polos aeronáuticos do Brasil, dá mais um importante passo para se consolidar como referência nessa área. No dia 17 de julho, a partir das 9 horas, em cerimônia no Parque Tecnológico, será assinado um acordo entre o Parque Tecnológico Botucatu e o Parque Tecnológico de São José dos Campos para a instalação de um escritório do Brazilian Aerospace Cluster em Botucatu.

Inicialmente serão 10 empresas subfornecedoras da Embraer que terão acesso a uma série de benefícios por se associarem ao Cluster. Além disso, poderão participar, em Botucatu, de treinamentos, palestras, workshops, entre outros eventos de capacitação oferecidos pelo Brazilian Aerospace Cluster.

“Será uma grande oportunidade para que as empresas do setor aeronáutico de Botucatu tenham acesso a processos de qualificação voltados para a internacionalização. Um avanço muito importante, haja vista o cenário e as perspectivas que se desenham para a Embraer atualmente. Estamos muito felizes com essa conquista, que tem participação direta do Parque Tecnológico Botucatu por meio de uma parceria com o Parque Tecnológico de São José dos Campos”, afirma Carlos Alberto Costa, diretor executivo do Parque Tecnológico Botucatu.

A cerimônia de implantação do escritório do Braziliam Aerospace Cluster no Parque Tecnológico Botucatu, no próximo dia 17, terá a participação do engenheiro Ozires Silva, responsável pelo início da produção industrial de aviões no Brasil, participou da criação da Embraer e foi Ministro da Infraestrutura em 1990. Na oportunidade o engenheiro Ozires Silva proferirá uma palestra sobre a importância da indústria aeroespacial no Brasil. Também estarão presentes o prefeito de Botucatu, Mário Pardini, o presidente da Câmara Municipal Isaías Colino, representantes da Embraer e do Parque Tecnológico de São José dos Campos.

Sobre o Brazilian Aerospace Cluster

Desenvolvida em conjunto pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e pelo Parque Tecnológico São José dos Campos, gestor do Cluster Aeroespacial e de Defesa, a marca Brazilian Aerospace Cluster é utilizada para identificação internacional da cadeia produtiva aeroespacial brasileira. Com o olhar voltado para o campo da aeronáutica, o Aerospace Brazilian Cluster é uma associação aeroespacial brasileira que comporta grandes e pequenas empresas que atuam nos setores de economia aeronáutica, espacial e defesa.

O Aerospace Brazilian Cluster, a partir de sua organização em 2004, reúne mais de 90 empresas da área aeroespacial. Sua missão é promover um ambiente colaborativo e favorável que vá do aperfeiçoamento de processos a sustentabilidade, tudo dentro do setor das empresas associadas.

A maior concentração dessas empresas se encontra em São José dos Campos (SP), o Parque Tecnológico São José dos Campos, existe desde 2009 e abriga atualmente em torno de 300 empresas e instituições.