Onça atropelada na região de Marília recebe atendimento em Botucatu

Segundo o Corpo de Bombeiros, ela saiu de uma reserva para caçar em um sítio vizinho e acabou sendo atingida por um carro. No sábado, o animal assustou moradores de uma chácara em Marília (SP).

Uma onça parda que foi resgatada neste sábado (31) após ficar 6 horas em cima de uma mangueira em Marília (SP) foi atropelada na noite de domingo (1º), na rodovia que liga Garça a Alvilândia.

De acordo com os bombeiros, após o resgate no sábado, o animal estava sem ferimentos e ainda durante a noite foi solto em uma área de reserva ambiental na região de Gália.

O macho de cerca de 3 anos andou por 3 quilômetros na reserva e acabou indo para um sítio vizinho para caçar. Quando o animal voltava para reserva depois de caçar um gato foi atingido por um carro.

A onça foi levada para uma clínica veterinária para receber o atendimento e sofreu um ferimento em uma das patas, mas, segundos os veterinários, não corre risco de vida.

Da clínica, ela foi encaminhada para o hospital veterinário de Botucatu na manhã desta segunda-feira (2). O felino foi recebido por volta de 12h pela equipe de veterinários.

A onça está sendo medicada com antibióticos, mas o seu quadro de saúde é considerado bom, apenas com uma “fratura discreta” em uma das tíbias.

Ela deve ficar no hospital veterinário por aproximadamente sete dias, quando passará por nova avaliação. Após esse período, se estiver em condições, deverá ser solta na natureza mais uma vez.

No sábado, a onça deu trabalho para ser resgatada. O animal escalou os galhos de uma mangueira a seis metros de altura em uma chácara.

Foram duas horas de tentativa com tranquilizantes e um dos bombeiros precisou subir na árvore para auxiliar na retirada do animal, que adormeceu em um dos galhos após o efeito dos medicamentos.

A equipe de resgate estendeu uma rede para resgatar o animal, que foi solto depois de passar por exames com veterinários.