Moradores de César Neto estão revoltados com a falta de carteiros

Geral
Moradores de César Neto estão revoltados com a falta de carteiros 14 outubro 2017

 

Foto Prefeitura Botucatu

Os moradores do Distrito de César Neto, em Botucatu (SP), reclamam das dificuldades em receber correspondências. Isso porque o serviço de entrega domiciliar dos Correios não é realizado na localidade.

“De repente parou de chegar a correspondência e paguei várias contas atrasadas. E quem me enviou, pagou para que eu recebesse, e pagou por distância. A gente se sente traído, eu tinha muita confiança nos Correios”, protesta o taxista aposentado Norival de Andrade, que mora há oito anos no Distrito de César Neto.

Em nota, os Correios informaram que o distrito não atende às regras da portaria para o serviço de entrega domiciliária, que exige, por exemplo, que todas as ruas tenham placa de identificação.

Diante da situação, a subprefeitura de Anhumas, um bairro do distrito, até assumiu o papel que seria dos carteiros e o subprefeito faz a entrega de casa em casa das correspondências que chegam à agência localizada no bairro.

Mas os moradores que não podem esperar precisam se deslocar até a agência dos Correios no centro de Botucatu, que fica a uma distância de 23 quilômetros do distrito. O problema é que a localidade conta com apenas um horário de transporte coletivo por dia.

“É só um ônibus que sai de manhã e outro que volta no fim da tarde. E pra quem não tem carro, fica complicado, porque só nos resta o ônibus da pista, que fica bem mais caro”, protesta a dona de casa Amanda Barbosa.

Outro lado

Em nota, os Correios informam que o distrito de César Neto não conta com entrega domiciliária, e nunca contou, porque não atende plenamente a portaria que exige requisitos básicos para o serviço, como vias dotadas de placas de identificação.

A nota diz ainda que os objetos destinados ao distrito devem ser retirados, pelos destinatários, na AGC (Agência de Correio Comunitária) localizada na Rua Firmino Pontes Ribeiro, 161, bairro Anhumas, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Também em nota, a prefeitura de Botucatu diz que “o bairro conta com todos os requisitos necessários para identificação das residências”. Sobre o transporte público, a nota diz que o único horário diário atende a demanda do distrito.

Fonte: Portal G1/TV Tem

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento