Lucilene Cota deixa a Secretaria de Educação; Valdir Paixão deve assumir

 

Lucilene Cota deixa a Secretaria Municipal de Educação após 6 meses (Foto arquivo Acontece)

O Acontece Botucatu traz em primeira mão que o governo Mário Pardini se prepara para sofrer mais uma troca. Fontes internas e externas garantem que a Secretaria Municipal de Educação é a bola da vez.

A Professora Lucilene Cota deixará a pasta que detém o maior orçamento da administração municipal e substituto já teria sido escolhido por Mário Pardini. De acordo com informações obtidas pelo Acontece Botucatu com fontes na educação, o Professor Valdir Paixão, atualmente docente na Unesp, deverá ser o novo comandante da pasta.

Pardini ainda não se manifestou sobre a troca, mas irá se reunir com Lucilene Cota nesta sexta-feira, dia 30, para a ‘oficialização’ de sua saída. Segundo apurou esta reportagem, não há nenhum problema de ordem pessoal nessa decisão. Pesou o fato de Lucilene querer se dedicar à família, mas também o desgaste de um orçamento enxuto para a Secretaria que recebe a maior demanda do município. Pardini também deseja mudanças.

Lucilene pediu para sair há algum tempo e Pardini estaria procurando um substituto. Internamente se diz que o Prefeito não está à vontade com a situação nesses últimos dias, diferentemente de Lucilene Cota. Em São Paulo para um evento entre dirigentes e secretários de Educação, ela conversou por telefone com o Acontece Botucatu e se mostrou aliviada com o provável desfecho.

“Eu havia pedido para deixar o governo. Quero cuidar da minha família, me aposentei para isso. Saio muito feliz após esses seis meses e agradeço ao Pardini pela oportunidade. Acho que pude contribuir com algumas mudanças implantadas. Saio feliz”, disse a professora.

Valdir Paixão, por sua vez, já disse o ‘sim’, embora que não oficialmente. Mas o Acontece Botucatu apurou que ele já pediu seu afastamento da Unesp nos últimos dias. Valdir Paixão se reuniu quarta-feira, 28, com Pardini para acertar detalhes.

Ele até chegou a ser cogitado ainda no fim de 2016, ou seja, quando Pardini ainda se preparava para assumir.  Na época outros nomes despontavam com força, como Dila Henrique (segunda na hierarquia da educação) e Alexandre Ebúrneo. Lucilene Cota foi considerada uma surpresa na oportunidade.

Perfil do novo Secretário

Valdir Paixão já foi Dirigente Regional de Ensino

Valdir Gonzales Paixão Junior tem 50 anos e atualmente é docente e pesquisador no Departamento de Educação do Instituto de Biociências da Unesp em Botucatu, onde também atuou como vice-chefe. É educador, filósofo e doutor em Sociologia pela UNESP, com pós-doutorado em Bioética pelo Centro Universitário São Camilo da Unesp.

O professor Valdir Paixão é membro da Academia Botucatuense de Letras. Já trabalhou nas faculdades Edu Vale de Avaré e Unifac Botucatu em cargos de coordenação. Também teve atuação na Fatec, La Salle, Colégio Anglo, entre outros.

Sua vida na educação ainda foi marcada por ter sido Dirigente Regional de Ensino entre os anos de 2011 e 2012, atuando também como coordenador pedagógico, onde teve notória atuação ao administrar dezenas de escolas estaduais na região de Botucatu.

Paixão é membro da Academia Botucatuense de Letras. É visto com bons olhos por vários setores da sociedade para assumir a pasta que detém R$ 100,3 milhões de um total de R$ 349 milhões do orçamento anual da Prefeitura, ou seja, o maior da administração. Por lei o mínimo exigido é 25% do total.

Várias mudanças em apenas seis meses de governo 

Pardini já efetuou várias mudanças em seis meses de governo (Foto arquivo Acontece)

Essa é a terceira mudança significativa da atual administração em 6 meses de governo no chamado primeiro escalão; isso sem contar as executadas em escalões inferiores, que já foram várias. Algumas dessas mudanças envolvem peças que participavam do governo anterior.

Falando de secretariado, em maio o médico Fraz Burini deixou a Pasta de Esportes, assumindo o Professor Geraldo Pupo, homem de confiança de Mário Pardini. Outras mudanças internas ocorreram esta semana na mesma secretaria.

No fim do último mês o Prefeito trocou os nomes da Secretaria de Comunicação, saindo o jornalista Carlos Pessoa, com quem (dizem) a relação nunca foi plenamente amistosa e entrando o jornalista André Godinho, ex-TV Tem e que detém a confiança e admiração de Pardini.

Uma quarta mudança já foi anunciada, porém, ainda não foi executada. Trata-se da troca entre Adjair de Campos pelo Delegado da Dise Paulo Buchignani na Secretaria de Segurança e Cidadania. Paulo Buchignani espera apenas que sua aposentadoria seja publicada pelo governo estado para assumir. Ao contrário das outras trocas, Adjair deve continuar prestando serviços para o governo municipal, provavelmente em um projeto de monitoramento inteligente na cidade.