Jovem que ficou intubada por covid em Botucatu após dar à luz conhece bebê depois de quase um mês

 

Mãe de 26 anos reencontra filha 24 dias depois do parto em Fartura (SP) — Foto: Arquivo pessoal

Apesar de ter dado à luz, Gabriela Pereira Mendes Soares, de 26 anos, só conheceu a filha 24 dias depois da cesárea. Infectada com Covid-19, a doença se agravou logo depois do parto e a jovem, que mora em Fartura (SP), precisou ficar internada, sendo 12 dias com intubação.

De acordo com o marido, Paulo Vitor Soares, de 34 anos, a mulher contraiu a doença quando estava a uma semana de ter a filha. O médico que atendia a jovem a encaminhou para um hospital que oferecia a estrutura necessária para que ela fizesse o parto em segurança.

“Ela até sabia que estava com Covid-19 uma semana antes. Estava na expectativa e esperando. Faltava uma semana para o parto. Quando deu entrada no hospital em Piraju, o médico achou melhor encaminhar para Botucatu”.

O marido conta que Gabriela precisou ser intubada na UTI logo depois do parto. Ela estava com baixa oxigenação no sangue. A filha, Maria Raquel, nasceu com saúde e teve alta dois dias depois.

“Vim com ela [filha] para casa em Fartura. Minha mãe mora ao lado e aí eu fiquei na casa dela. Tenho duas irmãs que vinham me ajudar todos os dias, e se revezavam para ajudar enquanto a Gabriela estava internada”.

Gabriela ficou intubada por 12 dias e ainda precisou se recuperar na enfermaria por mais 12. Foram 24 dias de hospital, sem conhecer a pequena Maria.

“Foi bem difícil, espera angustiante. A gente fica sem saber como vai ser. Por ser Covid-19, a gente aguardava notícia uma vez por dia. Foi um milagre mesmo”, conta aliviado.

No dia 25 de maio, a jovem retornou para a casa e se encontrou com a filha pela primeira vez após o parto. Ela foi recebida por uma carreata e buzinaço de amigos e familiares.

De acordo com o marido, a esposa se recupera bem e em casa, mas ainda tem dificuldades para falar por causa da intubação.

“A parte motora e a voz foram mais afetadas, mas ela está se recuperando bem. Faz fonoaudiologia e fisioterapia, para voltar os movimentos”, explica.

Fonte: Portal G1