Grupo Duratex anuncia construção de fábrica de revestimentos cerâmicos em Botucatu

Investimentos de R$ 600 milhões em Botucatu

A Duratex inicia novo ciclo de crescimento, marcado pela adoção de novo nome: Dexco. A empresa anunciou um plano de investimentos de R$ 2,5 bilhões para os próximos três anos e a busca de mais aproximação com o cliente final. A instalação em Botucatu será detalhada nesta sexta-feira, dia 16, durante coletiva na Prefeitura.

O investimento previsto no município é de R$ 600 milhões, com a possível geração de muitos empregos diretos e indiretos. Trata-se de uma fábrica de revestimentos cerâmicos que será instalada em Botucatu.

Atualmente, todas as unidades da Dexco operam na capacidade máxima. Com exceção da fábrica de revestimentos cerâmicos que será erguida em Botucatu, os demais investimentos serão feitos em unidades já existente, aproveitando as paradas técnicas de cada uma. As novas capacidades entrarão em operação, no mercado, gradualmente, até 2024.

“Participo neste momento do anúncio da construção da maior fabrica de revestimento cerâmico do Brasil, na Cidade de Botucatu. Investimento de mais de 600 milhões de reais! Deus é bom, em todo tempo”, comemorou o Prefeito de Botucatu, Mário Pardini, em postagem no Facebook.

Investimentos da empresa

Os investimentos da empresa em suas unidades somarão R$, 2,5 bilhões em três anos. Serão R$ 500 milhões na divisão Madeira, principal negócio da companhia, R$ 1,1 bilhão na Deca, R$ 600 milhões em nova fábrica de revestimentos cerâmicos, R$ 100 milhões na aquisição de fatia minoritária da rede ABC da Construção, R$ 100 milhões em fundo de “venture capital” e R$ 100 milhões em aportes pontuais. Além do aumento da capacidade, os investimentos possibilitarão melhora de margens.

Com várias marcas em seu portfólio, Duratex, Durafloor, Hydra, Ceusa e Portinari, a companhia avaliou que, à medida que as áreas de atuação cresciam, passou a haver um “desconforto” em o nome da companhia ser o mesmo de uma das marcas de produtos. Foi quando contratou a consultoria Interbrand e a agência Africa, em busca de mudança.

Com informações da Valor Investe