Governo de SP mantém Botucatu e região na fase vermelha

Economia continua com setores paralisados e acumulando prejuízos em Botucatu

Anúncio foi feito hoje em coletiva no Governo de SP

Em mais uma atualização do chamado Plano São Paulo, a região da DRS-6 continuará na fase vermelha. O anúncio foi feito no começo da tarde desta sexta-feira, 05, em coletiva do governador João Doria.

A fase mais restritiva está em vigor desde o dia 25 de janeiro e complica ainda mais diversos setores da economia. Essa faixa do programa é a mais restritiva, na qual apenas setores essenciais têm autorização para abrir.

Botucatu está na regional de saúde de Bauru. O Governo do Estado dividiu o território paulista em regionais de Saúde em maio do ano passado, quando anunciou o Plano São Paulo.

Segundo o estado, a taxa de ocupação de leitos UTI segue sendo decisivo. Na região o número supera a média de 90%.

Dez regiões avançam de fase

No total 10 regiões avançaram de fase. Araçatuba, Baixada Santista, Campinas, Grande SP (incluindo a capital) Registro e Presidente Prudente foram para a fase amarela.

Barretos, Ribeirão Preto, Marilia e Taubaté passam para a fase laranja. Já a região de Araraquara regrediu para a vermelha, ficando junto com Bauru e Franca.

O que funciona na vermelha?

Na fase vermelha é permitido o funcionamento de atividades essenciais como farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, postos de combustíveis, lavanderias e hotelaria.

Comércios e serviços, chamados de não essenciais pelo governo estadual, só podem atender em esquema de retirada ou retirada/drive-thru no caso de alimentação.