FMB/Unesp terá regime híbrido de trabalho a partir do dia 13

Retomada gradual de atividades presenciais na FMB foi aprovada pelo Comitê UNESP COVID-19

A direção da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB/UNESP) emitiu comunicado nesta quinta-feira (2), que estabelece o dia 13 de setembro como data para o início do regime híbrido de trabalho em toda a unidade. A proposta, que inclui a retomada gradual das atividades presenciais, passou por análise do Comitê UNESP COVID-19 e foi considerada adequada ao contexto sanitário atual.

A nova programação contempla o gabinete da direção, as diretorias técnicas (todas as suas seções e unidades), departamentos de ensino, unidades de pesquisa e os Seapes (Serviços de Apoio Psicológico aos estudantes). Grande parte dos setores estão se organizando para atendimento das demandas presenciais em esquema de revezamento entre servidores, com a jornada sendo completada em regime de teletrabalho.

Alguns locais já retornaram com as atividades presenciais no último dia 1º de setembro e outros, considerados essenciais, durante toda a pandemia, não foram incluídos na modalidade de trabalho à distância. Servidores com comorbidades, com mais de 60 anos e gestantes deverão se manter em teletrabalho, excetuando-se quando houver liberação de seu médico.

“Ressaltamos que a pandemia não acabou. Deste modo, permanecem as orientações que minimizam a transmissão do vírus como o distanciamento físico evitando aglomerações, o uso de álcool em gel e higienização constante de superfícies e principalmente das mãos, uso de máscaras em todos os ambientes, a declaração precoce de sintomas e o rastreamento de assintomáticos por meio do pool de saliva”, traz o comunicado.

Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB