FAB está próxima de acordo com Embraer para reduzir encomenda do KC-390

Geral
FAB está próxima de acordo com Embraer para reduzir encomenda do KC-390 01 fevereiro 2022
KC-390 da FAB (Sgt Müller Marin/FAB)

A polêmica redução da encomenda de 28 jatos cargueiros KC-390 anunciada pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, no ano passado, está perto de um acordo com a Embraer, afirmou o militar em entrevista publicada pelo jornal Folha de São Paulo nesta segunda-feira, 31.

De acordo com Baptista Junior, a Força Aérea Brasileira só dispõe de R$ 1 bilhão de orçamento anual para o programa KC-390. “Comprar 28, só vamos receber daqui a 14 anos, não faz sentido para nós ou para a Embraer. Há processos de obsolescência a analisar”, explicou o Comandante da Aeronáutica.

O Tenente-Brigadeiro também deixou claro que a atual gestão prioriza a força militar e não o desenvolvimento da indústria nacional, como ocorreu em outras ocasiões no passado. Baptista, no entanto, reconheceu que a FAB precisaria dos 28 KC-390 “ou até mais”.

De acordo com o militar, a Força Aérea tem na defesa aérea sua missão principal, daí a encomenda de 36 caças Saab Gripen ser o mais importante programa em curso.

Até o final de 2021, a FAB havia recebido cinco aviões de transporte militar da Embraer. Estima-se que a encomenda possa ser reduzida em até 13 KC-390, fazendo com que o jato multifunção tenha apenas 22 pedidos firmes – além do Brasil, Portugal tem um acordo para cinco aeronaves e a Hungria, outras duas unidades.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento