Entenda como o e-commerce está mudando o varejo tradicional

Docente da área de gestão e negócios do Senac Botucatu comenta sobre a ascensão das plataformas de vendas on-line

O e-commerce é um modelo de vendas que cresce vertiginosamente no Brasil e tem se tornado cada vez mais importante para a economia do país. Segundo dados da 40ª edição do relatório Webshoppers divulgada pela Nielsen, o comércio on-line faturou R$ 26,4 bilhões no primeiro semestre de 2019 e obteve crescimento de 12% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Para Gustavo Luigi Martin do Amaral, docente da área de gestão e negócios do Senac Botucatu, a praticidade de ter a um clique e em uma tela estabelecimentos do mundo todo comercializando produtos são aspectos que garantem o sucesso das vendas digitais.  Porém, o docente reforça que o e-commerce não precisa ser visto como um vilão do varejo tradicional, já que as lojas físicas também podem disponibilizar este canal de distribuição aos seus clientes.

Um exemplo bem-sucedido dessa aliança são as pizzarias, que utilizam o delivery on-line, ou os supermercados que permitem, por meio de um aplicativo, que o público faça suas compras sem sair de casa.

“Nos dias de hoje, conhecer e identificar os hábitos de consumo dos clientes é o grande trunfo das empresas, pois só quem consegue atender às suas necessidades, com baixo custo em suas operações e alta qualidade no atendimento e na produção poderá adquirir uma vantagem competitiva num mercado tão voraz quanto o atual”, afirma Gustavo.

Também é necessário que o empreendedor consiga compreender o comportamento do mercado no qual ele está inserido. De início, é imprescindível que se estipule o público que será atendido (target) e todas as suas características. Questões culturais e de foro conservador também devem ser levadas em conta, já que algumas praças são menos tolerantes a certos temas.

“Hábitos de consumo diversos, identificação de marcas líderes de vendas e nomes criativos também são pontos interessantes a observar”, reforça o docente.

Segundo Gustavo, não há como prever se o e-commerce algum dia será o principal meio de vendas do varejo, mas é preciso observar a chegada da tecnologia 5G ao Brasil, além dos encargos trabalhistas e preços exorbitantes dos aluguéis das lojas físicas e afins. “A quantidade de novos e-commerces que estão surgindo irão, em dose massiva, fazer com que este tipo de negócio se solidifique ainda mais e possivelmente domine, ou ao menos rivalize o mercado”.

Serviço:
Senac Botucatu
Local: Rua Dr. Rafael Sampaio, 85, Boa Vista – Botucatu/SP
Informações e inscrições: www.sp.senac.br/botucatu

Janeiro/2020
Informações à imprensa
ComTexto Comunicação Integrada
Vitor Tavares – vitor@ctexto.com.br
Tel.: (16) 3324-5300/ 99766-2771
Fernanda Chiossi – fernanda.chiossi@ctexto.com.br
Tel.: (16) 3324-5300/ 99766-2771