Empresa de ex-aluno vai oferecer bolsas de Iniciação Científica para alunos da FCA/Unesp

A Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais – Fepaf – firmou um convênio com a empresa Rubber Route Indústria e Comércio de Borracha, com o objetivo de incentivar projetos de pesquisa desenvolvidos na Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp, câmpus de Botucatu, relacionados a seringueira e produção de borracha.

Num primeiro momento, essa colaboração se dará na forma de pagamento de duas bolsas de Iniciação Científica para alunos da FCA interessados em pesquisar doenças de seringueiras. A seleção dos alunos e dos seus respectivos projetos de pesquisa acontecerá a partir do momento do retorno das atividades presenciais. Além disso, a Rubber Route irá fornecer apoio para a implantação de um jardim clonal de seringueiras para uso em pesquisas, junto ao Departamento de Proteção Vegetal da Faculdade.

A Rubber Route é uma empresa especializada na prestação de assessorias e consultorias técnicas, apoio ao ensino e pesquisa e outras atividades de serviços voltadas para negócios como beneficiamento, gerenciamento de produtos e comercialização de borracha natural para aplicações nos segmentos pneumáticos, de autopeças, de artefatos de borracha e adesivos.

A empresa foi criada em 2015 por Juan Sierra Hayer, mestre e doutor em Agronomia – Proteção de Plantas pela FCA. Sua parceria com a Fepaf está diretamente relacionada à sua história com a Faculdade e com a Fepaf, como conta o professor Edson Luiz Furtado, seu orientador. “Juan veio de Medellín, na Colômbia, há mais de dez anos, para estudar na FCA, sem apoio e sem bolsa, com a cara e a coragem. Conseguimos uma bolsa de apoio financeiro para ele, por meio de meus projetos com a Fepaf. Para complementar a renda e conseguir se manter aqui, Juan trabalhou num restaurante de Botucatu no período noturno. Fez seu mestrado e doutorado, já com bolsa Capes, sempre trabalhando com doenças da seringueira, tema com o qual ele começou a trabalhar ainda na Colômbia. Sempre foi muito esforçado, conseguiu obter os dois títulos pela Unesp, atuou no setor privado e tornou-se um empreendedor”.

Após um período nos Estados Unidos, Juan criou a Rubber Route com a finalidade de prestar serviços de consultoria e assessoria na área de gerenciamento, manejo agronômico e diagnóstico de doenças da seringueira. Em 2019 a empresa incorpora uma gestão de qualidade e uma estrutura jurídica, financeira e comercial focada no serviço de beneficiamento, gerenciamento de produtos e comercialização de coágulo e borracha natural tecnicamente especificada (TSR).

“Ao conseguir a sustentação financeira da sua empresa no mercado da borracha, Juan me procurou e me disse que gostaria de retribuir um pouco da ajuda que recebeu em Botucatu. Esse retorno do Juan é uma amostra da gratidão dele para com a escola e com a recepção que ele teve aqui”, conta o professor Furtado. “E é uma iniciativa muito interessante, porque a Iniciação Científica é a porta de entrada dos alunos para o campo da pesquisa. A simbologia disso para nós é fantástica”.

Hoje, Juan Hayer é um profissional especializado no estabelecimento, controle de qualidade e manejo da seringueira em todas suas fases improdutivas e produtivas. Desenvolve trabalhos como palestrante, conferencista, assessor, consultor com empresas particulares do México, Colômbia, Brasil, Guatemala, na área de gerenciamento, controle de qualidade, implantação da cultura da seringueira, industrialização, compra e venda de látex e borracha.

A Rubber Route adota como seus valores a ética, o compromisso, a justiça e a coerência. Para a empresa, a continuidade de forma sustentável do mercado da cadeia produtiva da borracha natural, tanto nacional como internacional, é de suma importância para o desenvolvimento de políticas de compliance (o conjunto de disciplinas a fim de cumprir e se fazer cumprir as normas legais e regulamentares, as políticas e as diretrizes estabelecidas para o negócio e para as atividades da instituição ou empresa) que permitam a seus clientes, colaboradores, fornecedores, bancos, governo e acionistas, segurança e transparência no desenvolvimento dos negócios.

“É um sentimento muito bom poder agradecer e retribuir um pouco do que a Unesp, a FCA e a Fepaf fizeram por mim. Isso me marcou muito. Atualmente, com a empresa crescendo, posso retribuir apoiando as pesquisas com as bolsas de estudo para estudantes carentes, que precisem de auxílio para se manter em Botucatu”, afirma Juan Hayer. “Eu vivi isso e sei que muita gente que vem de fora realmente precisa de um auxílio desse tipo para sua manutenção”.