Embraer seleciona voluntários para ensaios de segurança do E190-E2

 

Arquivo Meon

A Embraer está selecionando voluntários para participar dos ensaios de segurança de cabine do seu mais novo avião o E190-E2, o maior já construído na America Latina. Ao todo, serão selecionados 250 voluntários. Os escolhidos serão avisados até o dia 1º de julho, via email.

Quem se interessar, deve se inscrever pelo site www.ensaioembraer.com.br, preenchendo um formulário online com informações pessoais (como nome, idade, endereço, telefone, peso e altura) e responder algumas perguntas como, por exemplo, se tem problemas com altura ou se sente desconfortável em lugares fechados ou ambientes escuros.

No próprio site, é explicado que a inscrição não garante a participação do voluntário, já que todos os inscritos passarão por uma seleção. Segundo Ana Flávia Alves Menegussi, coordenadora de RH da agência Alliança Recursos Humanos, que é a empresa que está coordenando a seleção dos voluntários, a maior necessidade é de pessoas com mais de 50 anos.

“No grupo de voluntários teremos pessoas dos mais variados perfis. Ainda são muito poucos os inscritos nessa faixa etária [maior de 50]. É no momento nossa maior necessidade”, explicou.

Segundo ela, os testes são parte do processo de certificação do avião requeridos pelas autoridades, que exigem a simulação de possíveis situações de emergência. Durante os testes, os voluntários escolhidos deverão executar atividades previamente definidas.

Os ensaios serão realizados na planta da Embraer, em São José dos Campos e será todo em terra firme. A previsão é que tenha duração de aproximadamente cinco horas. O objetivo é simular as condições para o teste de abandono na aeronave, através de três ensaios: abertura de porta, iluminação de emergência e evacuação.

Para se inscrever é preciso ter mais de 18 anos. Tanto funcionários quanto não funcionários podem participar. A previsão é que os testes ocorram em agosto, em dias que ainda serão definidos, no horário das 17h às 22h. A participação dos voluntários no teste não será remunerada, mas a Embraer fornecerá transporte e alimentação aos participantes.

Fonte: Site Meon