Embraer fecha contrato de serviços e reposição de peças com empresa da Nigéria

A Embraer anuncia hoje, durante o MRO Europa, que a Air Peace, companhia aérea privada líder da Nigéria, assinou um contrato de prestação de serviços e suporte à frota de seis jatos ERJ-145, com cobertura para mais de 250 componentes.

Sediada no Aeroporto Internacional Murtala Muhammed, em Ikeja, no Estado de Lagos, a companhia aérea oferece serviços comerciais de passageiros e voos fretados para as principais cidades da Nigéria, na Costa Oeste da África, e pretende lançar operações internacionais em breve. Com os jatos ERJ-145, a Air Peace espera ampliar suas rotas locais e regionais e transformar a viagem por via aérea no país.

O contrato, que tem duração de vários anos, também contempla o acesso a um estoque grande e confiável de mais de 150 peças diferentes no âmbito do programa pool de peças de reposição da Embraer (EPEP+), que oferece disponibilidade de peças em muito menos tempo do que o habitual, evitando situações de aeronaves paradas em solo (Aircraft on Ground) e atrasos devido à falta de partes específicas.

O programa faz parte de um conjunto de serviços que a Embraer oferece para dar suporte à crescente frota mundial de aeronaves da fabricante por meio da TechCare, a nova plataforma que reúne todo o portfólio de produtos e soluções para entregar a melhor experiência de serviços e suporte.

“Estamos satisfeitos em ter a Air Peace como nossa cliente na África, reforçando ainda mais o compromisso da Embraer com os clientes da região com o portfólio de soluções da TechCare. O Programa Pool da Embraer alavanca a competitividade, proporcionando soluções de reparo com prazos e custos reduzidos”, diz John Linn, diretor de CRM da Embraer para Aviação Comercial.

“Os Programas de Pool e EPEP+ são uma escolha natural e as melhores opções, pois oferecem soluções sensatas, econômicas e práticas de peças para nossos negócios, garantindo eficiência e resultados competitivos. Reconhecemos o desempenho muito bom dos serviços e suporte da Embraer”, disse Oluwatoyin Olajide, COO da Air Peace.

As aeronaves da Embraer operam na África desde 1978, quando o primeiro turboélice Bandeirante chegou ao continente. A companhia continua consolidando sua presença na crescente indústria de aviação da região oferecendo as melhores soluções em serviços e suporte aos clientes.