Embraer estende folga a 16 mil e só retoma produção na próxima semana

Funcionários voltaram de férias coletivas nesta terça-feira (21), mas empresa estendeu afastamento até segunda-feira (27) com licença remunerada.

A Embraer estendeu o afastamento dos 16 mil funcionários da empresa no Brasil até a próxima semana. Após 15 dias em férias coletivas, eles voltariam nesta terça-feira (21) mas a empresa anunciou uma nova pausa. A medida faz parte de uma reestruturação interna para a separação da área comercial da aviação executiva e defesa.

Segundo a Embraer, os funcionários foram recebidos nas unidades nesta terça para conhecer as mudanças nas instalações e funções. O retorno oficial, no entanto, foi adiado para a próxima segunda-feira (27) para finalização de testes de sistemas. Durante o período, os funcionários serão mantidos em licença remunerada.

A Embraer negocia com a Boeing a criação de uma joint venture que englobará o braço de aviação comercial da fabricante brasileira. O negócio ainda depende do aval de órgãos como a Comissão Europeia e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Em São José dos Campos, os mais de 10 mil trabalhadores da Embraer foram redistribuídos entre as duas unidades. Quando concretizada a negociação com a Boeing, a unidade Faria Lima, a maior da Embraer na cidade, vai migrar para a nova empresa, a Boeing Brasil Commercial.

Já a unidade Eugênio de Melo, que fica em um distrito de São José dos Campos, foi reestruturada para receber mais funcionários. A partir dessa semana, a fábrica do distrito vai saltar de 1,5 mil empregados para 4 mil.

Na prática, com a segregação da área comercial, o setor já vai operar com sistemas independentes e com efetivo dedicado ao futuro novo negócio, que ainda depende de aprovação de órgão internacionais. A expectativa é que o acordo seja concluído neste ano.

As unidades que tiveram a produção parada por causa das férias coletivas são cinco no Vale do Paraíba, em Sorocaba, Gavião Peixoto, Botucatu, Campinas, Belo Horizonte e Florianópolis.

Confira o comunicado da empresa: 

Comunicado
A Embraer realiza nesse mês de janeiro a implementação da segregação interna do negócio de aviação comercial, o qual permanecerá integralmente na companhia até a obtenção de todas as aprovações das autoridades concorrenciais que analisam a parceria estratégica entre Embraer e Boeing.

Hoje, a companhia inaugura as novas instalações da unidade de Eugênio de Melo, em São José dos Campos, em evento interno dedicado aos funcionários, que retornaram das férias coletivas.

Nos próximos dias, os sistemas que foram separados e/ou duplicados passarão pelos ajustes e testes finais, que são extremamente importantes para a constituição de duas empresas independentes e prontas para operar com total qualidade.

Para isso, a empresa decidiu conceder licença remunerada aos funcionários pelos próximos três dias. Todas as equipes devem retomar suas atividades normalmente no dia 27 de janeiro, segunda-feira.

 Fonte: Portal G1