Embraer é alvo de ataque cibernético e investiga impactos

Fabricante de aeronaves brasileira informou que realiza procedimentos de investigação para apurar a origem e consequências do ataque hacker.

A Embraer informou nesta segunda-feira (30) ter sofrido um ataque cibernético aos sistemas de tecnologia da informação da empresa. Segundo comunicado, o ataque resultou na “divulgação de dados supostamente atribuídos à companhia”.

O ataque cibernético foi identificado na última semana e a empresa fez a interrupção parcial e temporária de alguns sistemas internos, o que impactou temporariamente algumas operações.

“O referido ataque cibernético foi identificado em 25 de novembro de 2020, o qual indisponibilizou o acesso a apenas um único ambiente de arquivos da companhia”, informou comunicado da Embraer.

A companhia informou ainda que realiza procedimentos de investigação para apurar a origem e consequências do ataque.

“A companhia está empreendendo todos os seus esforços para investigar as circunstâncias do ataque, avaliar se existem impactos sobre seus negócios e terceiros, e determinar as medidas a serem tomadas”, afirmou.

Veja a nota completa, emitida pela empresa:

A EMBRAER S.A. (“Companhia”), em cumprimento à Instrução CVM nº 358, de 3 de janeiro de 2002, informa a seus acionistas e ao mercado que sofreu um ataque cibernético aos seus sistemas de tecnologia da informação, que resultou na divulgação de dados supostamente atribuídos à Companhia na madrugada de 30 de novembro de 2020.

O referido ataque cibernético foi identificado em 25 de novembro de 2020, o qual indisponibilizou o acesso a apenas um único ambiente de arquivos da Companhia.

Em razão do ocorrido, imediatamente a Companhia iniciou os procedimentos de investigação e resposta ao evento, bem como procedeu proativamente ao isolamento de alguns de seus sistemas para proteção do ambiente, acarretando impacto temporário em algumas operações.

A Companhia continua a operar com o uso de alguns sistemas em regime de contingência, sem impactos relevantes sobre suas atividades.
A Companhia está empreendendo todos os seus esforços para investigar as circunstâncias do ataque, avaliar se existem impactos sobre seus negócios e terceiros, e determinar as medidas a serem tomadas. A Companhia manterá o mercado informado dos desdobramentos deste evento.

São José dos Campos, 30 de novembro de 2020.
Antonio Carlos Garcia
Vice-Presidente Executivo Financeiro e Relações com Investidores