Embraer discute novo PDV com Sindicatos

 

Arquivo Acontece Botucatu

Desde março, a Embraer vem adotando medidas para preservar empregos como férias coletivas, lay-off, redução de jornada e plano de demissão voluntária (PDV). A Covid19 está gerando uma crise de proporções globais e sem precedentes na nossa história e a indústria aeronáutica é uma das mais afetadas.

Em nota a Embraer disse o seguinte:

Sabemos que o momento é delicado e, por isso, estamos discutindo com os sindicatos um novo PDV.  Com essa medida, queremos cuidar para que esses colaboradores tenham oportunidade de decisão e o melhor apoio possível se julgarem o momento propício para novos desafios profissionais ou pessoais.  Serão elegíveis os colaboradores que preencherem pelo menos um dos requisitos:

  • Esteja em licença remunerada • Seja aposentado (exceto por invalidez) • Tenha 55 anos de idade completos ou mais até o momento da adesão

Todas as áreas da companhia são elegíveis, exceto colaboradores que façam parte da vice-presidência de Engenharia (VTE) e vice-presidência Engenheiro-chefe (VEC).

Proposta do PDV

O PDV em negociação tem como proposta de pacote de incentivo para quem aderir:

  • Indenização de 10% do salário-base nominal (mensal) por ano de empresa, valores sobre os quais não incide IRPF

o Para quem recebe até R$ 9 mil, garantia de no mínimo 1 salário nominal de indenização.

o Para quem recebe mais de R$ 9 mil, garantia de no mínimo R$ 9 mil de indenização.

  • Extensão do plano de saúde para empregado e dependentes de set/20 a jan/21, pagos diretamente para a operadora • Auxílio-alimentação de R$ 450 mensais de set/20 a jan/21 • Suporte para recolocação no mercado • Verbas rescisórias comuns a desligamentos sem justa causa (exceto direito ao seguro desemprego) • Data de desligamento prevista: 18/ago

O Sindicato dos Metalúrgicos de Botucatu se manifestou com a seguinte nota

Comunicado aos Colaboradores da Embraer. A empresa nos comunicou, que vai estender a proposta de PDV para os aposentados e os colaboradores com mais de 55 anos de idade. Início 31/07 , término 14/08 com previsão de desligamento para o dia 18/08. Segue os mesmos termos da primeira proposta de PDV :

# 10% do salário a cada ano trabalhado

# Convênio médico até janeiro

# Vale alimentação no valor de 450,00 reais até janeiro

Sindicato está a disposição para qualquer esclarecimento – diz a nota assinada pelo Presidente Claudio Beiço.