Embraer aumentará demanda por jatos regionais na China

 

Matéria publicada nesta quarta-feira (30) pelo China Daily anuncia que a China precisará de 1.070 jatos regionais com 70 a 130 lugares nos próximos 20 anos, tornando-se o terceiro maior mercado de aviação regional após os Estados Unidos e a Europa, de acordo com o último relatório divulgado na terça-feira pelo fabricante brasileiro de aeronaves Embraer SA.

China Daily afirma que de 2017 a 2036, a demanda por jatos regionais na China representará 17% do total. No ano passado, havia 137 aeronaves em operação na China, disse a Embraer SA, a terceira maior fabricante de aeronaves após a Boeing Co e a Airbus Group SE.

Atualmente, a Embraer responde por 61 por cento das entregas globais no segmento de jato de 70 a 130 lugares, seguido por Bombardier Inc do Canadá e Sukhoi da Rússia, respectivamente, levando 31 por cento e 4 por cento do mercado.

“Na próxima década, espera-se que o número de famílias da classe média na China cresça para 300 milhões de 100 milhões. Espera-se que a urbanização em cidades chinesas menores Impulsionem a demanda pelo transporte aéreo “, disse Arjan Meijer, diretor comercial da Embraer.

Para o mercado de aviação regional na China, a China Southern Airlines, a Tianjin Airlines, a Hebei Airlines, a GX Airlines e a colorida Guizhou Airlines agora assumem as posições de liderança em suas operações.

Fonte: Jornal do Brasil