Em 1 ano, nova diretoria do Parque Tecnológico Botucatu ultrapassa 100% das metas previstas

Foto Igor Medeiros/4toques

A exato um ano o Parque Tecnológico Botucatu renovava completamente os membros de sua diretoria.  E neste período muitas ações [veja abaixo] foram realizadas, o que possibilitou o empreendimento ultrapassar 100% dos objetivos e metas planejadas. A principal mudança implantada está mesmo na nova política de atração negócios.

Para se ter ideia, de maio de 2017 até maio de 2018, o Parque Tecnológico Botucatu saltou de uma para dez empresas instaladas e em operação. Sem falar nas dez empresas incubadas (e outras cinco pré-incubadas) às quais o Parque agora gerencia através das Incubadoras Botucatu e Prospecta.

Todas essas empresas instaladas no Parque Tecnológico Botucatu e nas incubadoras geram atualmente 163 postos de trabalho e somam um faturamento anual da ordem de R$ 19 milhões. “Saímos de uma situação de poucos resultados para uma que permite evidenciar o potencial que o Parque Tecnológico Botucatu tem para induzir um desenvolvimento sustentável e inovador para nossa Cidade”, enfatiza o diretor científico do Parque, Prof. Paulo Eduardo Martins Ribolla.

“Praticamente estamos com todas as salas do nosso Núcleo Administrativo ocupadas por empresas. Mas ainda temos disponíveis 16 lotes de terrenos, de aproximadamente 1.000m² cada, para a construção de novas empresas. Sem falar numa área de 33.000m² reservada à construção de um Centro Empresarial de 6.000 m² e uma segunda área, de 219 mil m², reservada para expansão, para que assim consigamos abrigar e apoiar mais empresas”, informa o diretor Administrativo Financeiro do Parque, Prof. Luis Fernando Nicolosi Bravin.

“Levando em consideração o tempo médio de maturação deste tipo de empreendimento considero que estamos no caminho certo, contudo temos muito ainda o que fazer pela frente. Conseguimos estes resultados em função do trabalho da nossa equipe e do apoio do nosso Conselho de Administração – atualmente presidido pelo Prof. Dr. Carlos Frederico Wilcken. Mas, se não fosse o apoio dos nossos parceiros certamente não teríamos conseguido este desempenho em especial, do Poder Público Municipal, que tem confiado nesta nova gestão da Associação Parque Tecnológico Botucatu”, comemora o diretor executivo do Parque, Carlos Alberto Costa.

 

Resumo de 1 ano de gestão da nova diretoria do Parque:

 

Nova política de atração de empresas – salto de 1 para 10 empresas em operação

Assinatura com a MegaWhip – 1ª empresa autorizada a construir uma unidade fabril dentro do Parque Tecnológico

Assinatura com a Puma – permissão de uso de uma sala para instalação do seu escritório de engenharia e assinatura de protocolo de intenção com a Prefeitura para instalação de uma fábrica em Botucatu

Implantação do Laboratório de Realidade Virtual

Implantação do Espaço Coworking [espaço de negócios compartilhado, atualmente com 3 empresas instaladas]

Início de operação dos laboratórios de bioprocessos e biotecnologia de uso compartilhado

Realização do Programa Empreenda Botucatu 2017 – incentivo ao empreendedorismo e inovação nas instituições de Ensino Superior

Realização do 1ª Rodada de Empreendedorismo e Inovação de Botucatu e Região

Organização dos clusters do segmento de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e Aeroespacial

Acordo de cooperação com o Centro de Inovação Tecnológico de Marília – CITec para o fortalecimento do setor de TIC em Botucatu e região

Participação na fundação da Rede Paulista de Ambientes de Inovação (REDE SP), na qual ocupa atualmente a vice presidência

Início da gestão das Incubadoras Botucatu e Prospecta

Recebimento de cerca de 40 eventos

Parceiros do Parque Tecnológico Botucatu

 

[aqueles que participaram em uma ou mais das atividades realizadas]

 

UNESP Botucatu (FMB, FCA, FMVZ, IBB, IBTec e CEVAP)

FATEC Botucatu,

UNIBR

UNIFAC

UNINOVE

ITE

GALILEU

CIESP – Regional Botucatu

SEBRAE – Escritório Regional Botucatu e ESCOLA DE NEGÓCIOS SEBRAE SP

CEBRAC

Instituto Federal de Avaré

Centro Universitário Eurípedes de Marilia – UNIVEN

Centro de Inovação Tecnológico de Marília – CITEC

Todos os Associados da Rede Paulista de Ambientes de Inovação – SP REDE

Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo – SDECTI SP

Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Botucatu

Todas as empresas residentes no Parque Tecnológico e Incubadoras

Todas as empresas dos Clusters TIC e AERO

4toques Comunicação e Assessoria.

Sobre o Parque Tecnológico Botucatu

 

Inaugurado em 14 de abril de 2015 e credenciado no Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec) em 2016, o Parque Tecnológico Botucatu é vocacionado ao desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços nas áreas de bioprocessos, biotecnologia, meio ambiente, produtos florestais, produtos naturais da fauna e da flora, tecnologias sociais, logística, tecnologia da informação e comunicação, automotiva entre outras.

 

Serviço:

 

Parque Tecnológico Botucatu

 

Rodovia Gastão Dal Farra km, 7+184m

 

Tel.: (14) 3811-1546

 

E-mail: contato@parquetecnologicobotucatu.org.br

 

Site: http://parquebtu.org.br/