Dois são presos por desacato e agressões contra policiais no centro de Botucatu

Arquivo/ilustração Acontece Botucatu

A Polícia Militar registrou no fim da noite deste domingo, 14, um caso de desacato na área central de Botucatu. Policiais Militares estavam em patrulhamento pela avenida Floriano Peixoto, quando visualizaram um GM Monza fazendo zigue-zague pela via.

Ao verificar a placa, foi constatado que se tratava de um veículo que havia se envolvido em um acidente por volta das 18 horas e o mesmo tinha evadido do local. Solicitado ao condutor que parasse, ele ignorou o sinal sonoro de sirene, sendo interpelado pela guarnição metros depois.

Foi pedido que todos os ocupantes descessem do veículo para abordagem, mas o condutor a abordagem, dizendo que não era vagabundo, sabia dos seus direitos e que não iria se virar e encostar na parede.

Relata o boletim de ocorrência que o tempo todo ele partia para cima da guarnição, sendo solicitado via rádio apoio para abordagem e para aplicação do etilômetro, pois tinha características de estar embriagado.

Diz o B.O, que com a chegada das viaturas, foi dado ordem para que o mesmo se virasse, momento em que partiu para cima dos policiais com socos e ponta pés. Um dos socos acertou rosto de um Policial Militar e uma pancada na costela.

Foi necessário uso de força física para contê-lo, mas o mesmo estava muito alterado e avançou pra cima de outro Policial Militar, que tentava efetuar disparo de munição de elastômeros. A munição travou, não sendo possível o disparo.

O autor, tentando tirar a arma das mãos do Policial, foi ao chão, tendo danificado a arma. Na confusão, uma mulher também avançou em direção dos policiais, agarrando um PM e empurrando-o contra parede, chamando todos de vagabundos.

Ela foi contida e imobilizada por uma Policial Militar. Partes contidas e algemadas, com voz de prisão aos mesmos por desacato e resistência. O indiciado ainda se negou a fazer o teste do etilômetro.

Estavam no interior do veículo ainda um casal e três crianças. Envolvidos foram encaminhados ao Pronto Socorro Municipal, pois tiveram lesões. Eles passaram por consulta médica e liberados.

Após atendimento, foram levados ao plantão permanente, onde o Delegado tomou ciência dos fatos, elaborando BOPC-TC. O veículo foi guinchado para o pátio Botuparking, por não apresentar condutor habilitado.