Defesa atrasa projeto do KC-390 da Embraer

Com uma previsão de incremento de apenas 5% no orçamento de 2021, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, sinalizou que projetos estratégicos sofrerão atrasos. Entre eles, o desenvolvimento do avião cargueiro KC-390, construído pela Embraer (EMBR3), em parceria com os militares.

Considerado um dos mais modernos do mundo, o cargueiro já desperta o interesse de diversos governos. Iniciado em 2009, o projeto ganhou impulso em 2014, quando a então presidente Dilma Rousseff assinou um contrato para a aquisição de 28 aeronaves para substituir os atuais cargueiros Hércules da FAB.

Na época, o acordo foi orçado em R$ 7,2 bilhões. As unidades deveriam ser entregues a partir de 2016, mas o primeiro KC 390 só foi incorporado à frota da FAB em 2019.

Fonte: Site Poder Aéreo