CyberGaeco consegue tirar do YouTube vídeos que questionavam existência da pandemia

Publicações foram feitas por envolvido em protesto contra ministro do STF

Após intervenção do CyberGaeco, braço do MPSP para o combate a crimes digitais por meio de técnicas e ferramentas próprias do espaço virtual, vídeos hospedados na plataforma Youtube que difundiam a falsa informação segundo a qual a pandemia da covid-19 inexiste.

Os vídeos também atacavam as medidas de contenção decretadas pelas autoridades sanitárias, como o isolamento social, para conter a propagação do coronavírus.

O autor das publicações na plataforma foi identificado. Segundo o MP, ele está envolvido em diversos episódios recentes, como a organização de um protesto contra o ministro Alexandre de Moraes, do STF, na frente da casa do magistrado em São Paulo.