Cooperativa de Resíduos Sólidos de Botucatu é tema de exposição e documentário

Os trabalhadores da Cooperativa de Resíduos Sólidos de Botucatu são tema de uma mostra fotográfica e um documentário, que serão lançados na próxima sexta-feira, 10, às 8h30, no Espaço Cultural “Antônio Gabriel Marão”.

A exposição “(IN)Visibilidade dos Trabalhadores da Cooperativa de Resíduos Sólidos de Botucatu” é resultado de um trabalho desenvolvido pelo Conselho Municipal de Políticas para as Mulheres, em parceria com a Prefeitura de Botucatu, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Universidade Estadual Paulista (Unesp). O objetivo principal é dar visibilidade ao trabalho socioambiental realizado pelos membros da Cooperativa.

A ação começou em 2015, durante uma conferência do Conselho com mulheres que trabalhavam com material reciclável. Deste encontro surgiu a necessidade do auxilio a estes trabalhadores e da visibilidade à cooperativa. Foi a partir de então que o Conselho passou a dar suporte aos cooperados e todo o trabalho foi registrado em fotos e vídeo.

O projeto foi idealizado pelo Coletivo Cuesta Educador (CCE), um grupo formado por meio de parcerias entre Prefeitura, por meio das Secretarias do Verde e Cultura; Unesp; Conselho Municipal de Políticas para as Mulheres; Sebrae; Fórum Intersetorial da Saúde Mental; e Associação Arte-Convívio.

A exposição fotográfica foi realizada pelos alunos da Oficina de Fotografia do Núcleo Áudio Visual da Secretaria de Cultura de Botucatu. O documentário foi produzido pela Zzyonn Comunicação Digital e Desenvolvimento, com apoio do Sindicato de Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Sintaema).

O evento é aberto a população e tem entrada gratuita.

Serviço:
“(IN)Visibilidade dos Trabalhadores da Cooperativa de Resíduos Sólidos de Botucatu”
Espaço Cultural “Antônio Gabriel Marão” – Avenida Dom Lúcio, 487-598 – Centro