Como as grandes marcas cativam os seus consumidores?

Graças à evolução da tecnologia que dá acesso a tudo o que se passa no mundo em questão de segundos, as marcas precisam fazer muito mais do que apenas se dar a conhecer aos seus consumidores

Fonte Pexels

Tal como acontece em um relacionamento entre pessoas, onde a relação necessita ser trabalhada, também no mundo empresarial as empresas necessitam de criar uma relação com o cliente para que este se fidelize e não passe a comprar na concorrência.

No passado as marcas trabalhavam de forma diferente, com relacionamentos exclusivos à comunidade e prosperavam essencialmente com a publicidade de boca em boca. Não havia acesso ao que se fazia no mundo e, encomendar artigos do exterior não era algo acessível.

A globalização facilitou as marcas de comunicarem para um público-alvo global, mas trouxe igualmente o desafio de precisarem constantemente mostrar ao consumidor que ele deve continuar com a sua marca e não experimentar a concorrência.

Afinal, em todos os momentos somos bombardeados com anúncios nas redes sociais que, graças ao algoritmo, são direcionados exatamente para os nossos hábitos e preferências, tornando a competição das marcas gigante.

O que as marcas poderão fazer para fidelizar os seus clientes?

A estratégia principal deve ser trabalhar naquilo que fez sempre a diferença para o consumidor, mesmo antes da era digital, o atendimento.

A forma como a marca trata os seus clientes é essencial para os fidelizar. Ainda que a primeira compra possa ser conseguida apenas pela qualidade dos produtos oferecidos, por uma boa estratégia de marketing, ou até porque a marca se posicionou no sítio certo à hora certa, o cliente só volta se a experiência no quesito atendimento ter sido positiva.

Alguns dados realizados mostram que cerca de 55% dos consumidores não se importariam de pagar mais por um produto, ou serviço se este oferecesse uma experiência de atendimento melhor.

Estes dados revelam que, ao contrário do que a maioria dos empresários pensa, os custos não têm essa importância toda para o consumidor. Até porque os mesmos estudos referem que quase 90% dos consumidores pararam de comprar em determinada empresa por lhes ter oferecido um mau atendimento.

É importante não esquecer que ainda que passemos grande parte do nosso tempo no celular, as relações humanas importam e o trato ao cliente é determinante para uma longa relação.

Ofereça regalias ao consumidor por continuar a optar pela sua marca

Para além da fidelização à marca, existe interesse que o consumidor compre regularmente para que o fluxo de vendas seja grande.

Algumas empresas trabalham com produtos cujo fluxo de venda é baixo. Por exemplo, uma habitação é na maioria das vezes uma compra única, assim como, os automóveis onde não é esperado que a mesma pessoa compre um automóvel todos os meses.

Mas, em alguns nichos de mercado as empresas precisam trabalhar para convencer os seus clientes a comprar com regularidade.

Os gadgets tecnológicos são um bom exemplo. As grandes empresas ligadas à tecnologia, como os fabricantes de smartphones sabem que os consumidores têm neste aparelho uma ferramenta indispensável em suas vidas, no entanto, precisam trabalhar diariamente para oferecer novos modelos com características melhoradas que levem os consumidores a trocarem os seus aparelhos regularmente.

Grandes marcas como a Samsung desejam que os consumidores corram para as lojas sempre que saem um novo modelo da marca, mas com a concorrência crescente no setor e com lançamentos frequentes não basta lançar um modelo melhorado, é preciso fazer mais para que os consumidores troquem os seus antigos smartphones pelos novos modelos.

A oferta de algum gênero de regalia costuma funcionar bem para que o consumidor se sinta tentado a comprar os novos lançamentos, mas também a continuar com aquela marca.

Ainda a Samsung, lançou recentemente uma campanha nos Estados Unidos onde aceita até 4 aparelhos por desconto nos novos modelos dobráveis. Isto permite que os consumidores tenham acesso aos novos modelos a um preço mais acessível, mas primeiro é uma ótima estratégia da marca para cativar e fidelizar consumidores.

Ainda que esta iniciativa não contemple ainda o Brasil, espera-se que em outubro quando os novos dobráveis chegarem ao país a marca promova uma iniciativa semelhante.

Estas iniciativas não são exclusiva dos gadgets, na verdade, o uso de regalias pode ser aplicada em praticamente todos os nichos de mercado, como os coupons de desconto numa segunda compra de uma loja de vestuário, num bônus de desconto ao optar por subscrever uma mensalidade de um serviço de uma plataforma de streaming, ou num bônus de depósito de uma plataforma de cassino online permitindo jogar por mais tempo.

Ainda que estas duas estratégias sejam fundamentais para fidelizar consumidores é essencial que oiça os seus clientes e procure saber exatamente o que estes procuram numa marca.