Comércio de Botucatu deve reabrir no dia 01 de maio com algumas restrições, diz Pardini

O Prefeito de Botucatu Mário Pardini se posicionou com relação ao comércio de Botucatu nesta quarta-feira, 22. Algumas medidas foram adotadas e anunciadas em seu Facebook após reunião com comerciantes, sindicatos do comércio, Ministério Público e profissionais da Saúde que estão na linha de frente da Covid-19.

De acordo com os critérios de saúde, assegurados pelo Comitê de enfrentamento ao Coronavírus na Cidade, foi decretado, com vigência a partir de 1º de maio, o seguinte:

– Permissão para o funcionamento das lojas do comércio com até 750 metros quadrados de área, apenas em sistema de drive-thru, com meia porta aberta, e delivery.

– Todos os funcionários das lojas deverão seguir critérios de higiene pessoal e proteção, como o uso de máscaras e álcool em gel, dentre outros.

– As principais ruas do comércio da cidade terão o estacionamento proibido neste período, para que o serviço de drive-thru seja possibilitado, como trechos das Ruas Amando de Barros e Major Matheus, e das avenidas Floriano Peixoto e Dom Lúcio.

“Recomendamos também que toda a população continue se esforçando em manter o isolamento social e saia apenas em casos de extrema necessidade, vestindo máscaras de proteção (aconselhado o uso de máscaras caseiras de tecido)”, disse Mário Pardini.

No dia 19 de março o prefeito publicou o decreto de nº 11.943/2020, colocando o comércio local em quarentena, exceto atividades consideradas essenciais. O decreto tem vigência até 30 de abril em Botucatu, embora haja um Decreto Estadual em vigência até o dia 10 de maio.