Com casa cheia, Projeto ‘Mulher Feliz’ encanta o público no Teatro Municipal

 

No último dia 3 de junho, o Projeto ‘Mulher Feliz’ apresentou no Teatro Municipal Camilo Fernandez Dinucci de Botucatu, o espetáculo “Uma noite nas Arábias”. Criado em 2013, na ocasião da inauguração do Núcleo Assistencial “Prof. Dr. Pasqual Barretti” – unidade da Famesp sediada no Distrito de Rubião Júnior, inicialmente o projeto previa acolher apenas mulheres em tratamento de câncer de mama no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB).

Hoje, a iniciativa atende cerca de 25 mulheres com diferentes tipos de câncer e, por meio da dança do ventre, proporciona a elas o resgate da autoestima e a melhoria da qualidade de vida. Aulas de alongamento, relaxamento, fortalecimento muscular e oficinas de arte também são oferecidas.

O evento do último fim de semana contou com as participações das academias de dança Estúdio de Dança Sonia Suhayla, Projeto Inclusão Rack Moraes, Forma Academia Professora Fernanda e Núcleo de Dança Nanda Favan. No total, 57 bailarinas participaram das apresentações, junto com as 25 alunas do projeto.

Segundo a aluna Simone Aparecida Brochado (44), que participa do projeto desde agosto de 2013, o evento foi maravilhoso. “ Foi uma noite encantadora e emocionante que vivenciamos no sábado. Uma energia muito boa envolveu todos os presentes”, relata.

De acordo com Augusto Albano, responsável por toda cenografia e iluminação do espetáculo, a noite foi mágica. “ Foi um evento inesquecível, onde houve muito sentimento e sensibilização. Foi uma satisfação montar toda cenografia e iluminação, pois as alunas merecem um evento desse porte que foi simplesmente mágico”, afirma.

Para a professora Sonia Suhayla, o evento atingiu seu objetivo. “O espetáculo foi maravilhoso e emocionante. Gostaria de agradecer todos que colaboraram e nos prestigiaram. Conseguimos arrecadar a verba necessária para comprar o figurino para as novas alunas. Ouvimos muitos relatos de pessoas que ficaram encantadas e emocionadas com as apresentações. Também quero agradecer a Famesp por oferecer toda a estrutura necessária”, finaliza. (Assessoria de Comunicação e Imprensa)