Cempas/Unesp fornece treinamento à Polícia Militar Ambiental

 

O Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens (Cempas) da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ), câmpus de Botucatu, está oferecendo, até o dia 04 de agosto, um curso sobre manejo e contenção de animais selvagens em situação de risco para um grupo de 32 soldados e oficiais da Polícia Militar Ambiental do Estado de São Paulo. Dentre os participante

Totalmente ministrado pela equipe do Cempas, o curso é composto por atividades teóricas que incluem informações sobre biologia, segurança, características dos animais, transporte e manejo. Na parte prática, os policiais podem tirar dúvidas, utilizar equipamentos e também realizar o manejo e a contenção de alguns animais.

Para o Capitão Pedro Alessander Barbosa, que participa dos trabalhos, esse treinamento é bastante oportuno para os policiais que atuam diretamente com a fauna. “Estamos aqui para conhecer, aprender e trocar informações com a equipe do Cempas. A Polícia Ambiental atua em outros segmentos também, como flora, mineração, poluição. Mas para os policiais que atuam diretamente com a fauna, esse treinamento é muito importante por trazer informações sobre como capturar e fazer o manejo dos animais de maneira correta e segura”.

O Capitão destaca que os policiais que participam do treinamento atuarão como agentes multiplicadores dessas informações entre seus colegas. “A proposta de ter os participantes disseminando esses conhecimentos entre os demais policiais de cada batalhão já é intrínseca a esta atividade”.

Coordenador do Cempas, o professor Carlos Roberto Teixeira ressalta que a capacitação dos policiais traz benefícios para todos os envolvidos em atividades de conservação da fauna silvestre. “É fundamental que os policiais conheçam as formas adequadas de captura, contenção, manejo e transporte. O manejo feito de maneira correta colabora para que os animais cheguem ao Cempas em melhores condições, aumentando assim suas chances de salvamento ou diminuindo seu tempo de recuperação. Além disso, as técnicas corretas de captura, contenção e manejo ajudam a garantir integridade física dos próprios policiais nesse trabalho”.

É o sétimo curso com o mesmo enfoque ministrado pelo Cempas a representantes de entidades públicas. “O Cempas e a FMVZ têm essa preocupação constante em devolver para a sociedade o que ela investe na universidade na forma de seus impostos”, comenta o professor Carlinhos. “Vamos continuar a fornecer essas informações às entidades públicas de forma a colaborar com a conservação da fauna silvestre e do maio ambiente, de maneira geral”.

Sérgio Santa Rosa, com foto de Daniel Ornelas