Casal é violentamente agredido após tentar filmar perturbação do sossego em bairro de Botucatu

Local é conhecido pela perturbação do sossego

Lixo deixado no local pelos frequentadores

A Guarda Municipal registrou na madrugada deste sábado, 02, um caso de agressão no bairro conhecido como Plaza Martin, região norte de Botucatu, nas proximidades da Dante Delmanto e Vila Antártica. Um casal foi violentamente agredido por diversas pessoas.

Segundo testemunhas, as ruas do bairro são alvos de vandalismo e baderna praticamente todas as noites, com som alto, consumo de álcool e grandes aglomerações de veículos. Um casal, já cansado, decidiu tomar uma atitude com relação ao fato.

As vítimas primeiramente ligaram para a Polícia Militar, na tentativa de buscar uma solução, segundo a filha do casal. Com a persistência da baderna e em um momento de inconformismo com a perturbação, o dono da casa resolveu filmar e tirar fotos da situação junto com a esposa.

Ao notarem que seriam filmadas, várias pessoas, ainda não identificadas, partiram para cima das vítimas e passaram a agredi-los. O homem tem 53 anos e a mulher 47 anos.

A mulher foi agredida, tomando uma garrafada na cabeça, o que ocasionou um profundo corte, tendo seu celular jogado também. O homem tomou um soco no nariz, caiu e foi chutado mesmo no chão pelos agressores.

“Estavam mais de 20 carros aqui ontem, eu liguei pra Guarda, registraram minha ocorrência, liguei pra PM, mas chegaram depois e assim foi aumentando a quantidade de carros. Por conta do barulho, minha mãe resolveu ir lá em cima, foram ela e meu pai com o carro para gravar o que estava acontecendo. Assim que ela desceu o pessoal fechou ela e derrubou o celular no chão, meu pai foi falar com eles e deram um murro no nariz dele, que consequentemente quebrou, ele caiu no chão e o povo começou a chutar ele e na minha mãe deram uma garrafada, que abriu um corte na cabeça dela”, disse a filha do casal ao Acontece Botucatu.

Os agressores se evadiram do local tomando rumo ignorado. Foi feito um boletim de ocorrência na Guarda Municipal e na próxima segunda-feira, 04, será confeccionado o boletim de ocorrência da Polícia Civil, que deverá investigar o caso.

Dezenas de moradores no local reclamam dessa situação de perturbação do sossego público. Há muitos relatos de som alto, consumo de álcool, aglomeração de pessoas, carros, entre outras coisas.

Quem tiver informações sobre o fato ou agressores, pode ligar para a Guarda Municipal (199), Polícia Militar (190) e Polícia Civil (147).

Violência: vítima tomou uma garrafada na cabeça, segundo registro