Campanha na orla do Rio Tietê em Botucatu visa evitar afogamentos com a proximidade do verão

Neste domingo, dia 06, foi realizada uma campanha de prevenção ao afogamento denominada como “A ORLA É NOSSA” pelos Bombeiros e Forças de segurança.

Esta atividade é uma extensão da campanha “Operação Viva Verão”, que teve seu início em 2014, com o objetivo de estimular e promover a educação preventiva, bem como a mudança de comportamento de crianças, jovens e adultos que utilizam locais aquáticos como praias, lagos, cachoeiras, piscinas entre outros, inclusive dos riscos de afogamentos existentes dentro do próprio lar.

“A ação A orla é nossa mantém o mesmo objetivo de conscientização, porém, é específico para moradores, banhistas, veranistas, pescadores e frequentadores das margens do Rio Tietê que corta o interior paulista e margeia os bairros de Botucatu como o Rio Bonito, Porto Said, Mina e Alvorada da Barra”, disse em comunicado o Corpo de Bombeiros.

Este evento é programado e organizado em ação conjunta pelas equipes do Corpo de Bombeiros de Botucatu, Polícia Militar, Defesa Civil, Guarda Civil Municipal, SAMU 192, Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Turismo, Capitania Fluvial Tietê Paraná, Tiro de Guerra 02-048, Conselho Municipal de Turismo, Projeto Crescer Seguro e a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático. Conta também com o apoio da Associação de moradores do Rio Bonito.

A ideia original, que foi desenvolvida no início deste ano, era composta de várias atividades bem divertidas a serem realizadas com as crianças e palestras para os adultos. Infelizmente a data teve que ser cancelada duas vezes, uma por conta da forte chuva de fevereiro que destruiu a cidade, onde as equipes tiveram que focar seus esforços em outra missão e a segunda, no mês de março, devido ao decreto de quarentena devido à pandemia.

Além dos folhetos de orientações distribuídos aos banhistas dos 4 bairros foi também realizada uma palestra para os moradores do Porto Said e instaladas 2 placas informativas no Alvorada da Barra.

“Porém, para não deixar de realizar esta campanha de tamanha importância, desta vez, o formato do evento foi alterado e moldado para manter as medidas de restrições orientadas pelo Ministério da Saúde mantendo assim o respeito ao distanciamento social e demais cuidados prescritos. Desta forma, haverá uma panfletagem itinerante com apenas a distribuição dos folhetos orientativos nos bairros acima elencados”, disse comunicado.

Apesar de ainda ter registros de acidentes na região, essa campanha colaborou drasticamente com a diminuição do número de óbitos nos últimos anos. As atividades realizadas são baseadas em palestras, treinamentos, atividades lúdicas, reportagens, entrevistas, exposição de equipamentos de salvamento, participação em eventos, distribuição de revistas e panfletos preventivos.

Vale lembrar ainda que durante este ano foram instaladas novas placas de prevenção em locais aquáticos. Somente com o apoio de todos os parceiros envolvidos é possível continuar levando a segurança a todos pois, promover a prevenção é levar uma mensagem de vida.

 

1 – Criança

– Vigie 100% do tempo sua criança

– Esvazie todos os locais com água. O afogamento pode ocorrer até em um balde

– Mantenha a distância segura de 1 braço

– Oriente-a que não vá sozinha para a água

– Use coletes salva vidas, este sim protege a sua criança

 

2 – Sinalização e local

– Não entre saltando de cabeça

– Não afaste da margem

– Só entre na água até o máximo sua cintura

– Obedeça às placas de sinalizações

 

3 – Colete Salva Vidas

– Tenha um colete apropriado ao seu peso e tamanho

– Ajuste-o no seu corpo

– Se tiver solto, não te dará segurança

– Vista o colete sempre que estiver embarcado

 

4 – Bebidas e Comidas

– Não entre na água após consumir bebida alcoólica

– Não nade após ingerir alimentos

 

5 – Piscina

– Nunca deixe uma criança sozinha na piscina

– Restrinja o acesso com cercas/grades e portão

– Não deixe brinquedos próximos ou dentro da piscina

– Instale 2 ralos para diminuir a força da sucção

– Utilize tampa de ralo antiaprisionamento de cabelos

– Desligue a bomba de filtragem quando usar a piscina

– Instale botão de desligamento automático da bomba

 

6 – Boia

– Qualquer boia representa risco

– Boias transmitem uma falsa sensação de segurança

 

7 – Embarcação

– Trafegue exclusivamente em locais sem banhistas

– Respeite a velocidade ao sair e chegar na margem

– Esteja sempre vestindo o colete salva vidas

 

8 – Natação

– Não supervalorize sua natação!

– 50% dos afogados diziam que sabiam nadar

 

9 – Raios ou Trovões

– Saia da água assim que perceber um raio ou trovão

– Se abrigue em local seguro (dentro de casa ou carro)

– Não fique debaixo de árvores ou postes

 

10 – Emergência

– Não se arrisque para salvar

– Em caso de emergência, chame ajuda e ligue 193 ou 192

– Forneça flutuação para a vítima não afundar

– Retire a vítima da água se for seguro para você